arrow_back

Resultado da busca por: "Um amor incondicional"

Carta aberta para a madrasta da minha filha

995832_10201348999678148_1700680482_n

995832_10201348999678148_1700680482_n

Todos sabem o quanto a relação entre mãe e madrasta pode ser amarga e cheia de ressentimentos. A criança vira alvo de uma disputa mesquinha e egoísta, e com o único intuito de prejudicar e ferir a outra parte envolvida. Quantos casos e histórias como essa já não nos deparamos?!

Porém uma mãe muito especial deu uma lição sublime a casais separados e com filhos. Provou que sim, há espaço para uma terceira pessoa na vida da sua filha, e que esta pessoa está ali para somar e não para roubar o lugar que antes era seu.

Leia na íntegra a carta aberta que Candice Curry escreve à Ashley Parish, madrasta da sua filha Stiles, de 14 anos. (aqui o post original)

PARA A MADRASTA DA MINHA FILHA

Nunca quis você aqui. Não fazia parte do plano. Você nunca estava inclusa enquanto eu crescia ou pensava na família que eu iria ter. Nunca quis ajuda de outra mulher para criar minhas crianças. O plano era ter eu, o pai e nossos filhos, não você. Também duvido que você me desejava na sua. Duvido que planejava ser mãe de uma criança a quem não deu a luz. Posso apostar que no seu plano havia você, o pai e seus filhos juntos, não eu e minha filha. Imagino que você sonhava que o dia que iria virar mãe seria quando desse a luz e não quando casasse com seu marido. Tenho quase certeza que nunca planejou que eu estivesse aqui.

Mas Deus tem planos que são superiores aos nossos e quando minha família se desmembrou para formar duas eu sabia que você chegaria.

Na minha mente você seria uma besta horrenda e minha filha não iria querer que você a criasse, nunca! Tinha esperanças que você não seria atraente e rezava para que minha filha não veria você como um exemplo. O pai dela sempre iria saber que escolheu ficar com a segunda melhor opção. O mal pairava em mim porque eu não queria encarar o fato de outra mulher criar a minha filha na minha ausência.

Então você apareceu.

24032_1328936714659_7825261_n-e1417351711718

Quando eu te conheci, confesso que não achei você nada do que eu imaginava e me bateu uma pontada de inveja. Você tinha que ser horrenda, não se lembra? Mas não era, era incrivelmente linda. Você tinha que ser uma velha acabada e malvada, não tinha? Não era, você era uma mulher jovem, amável.


Meus planos foram por água abaixo.

Percebi pelo seu olhar que me conhecer foi tão difícil para você quanto foi para mim. Meu coração amoleceu na hora. Nossa, que sorriso! Eu estava planejando odiar você. Por que arruinou meus planos?

Eu gostaria de ter ressentimentos, mas você fez isso algo impossível. Rapidamente cresci sendo grata a você.

Você aceitou nossa filha logo de cara e mostrou um amor incondicional por ela e seu marido, isto é um presente para todos nós. Você incluiu nossa filha na sua vida e a fez se sentir amada e aceita. Colocou a relação dela com o pai acima da sua com ele. Somente uma mulher forte e corajosa sabe como fazer isso com tanto empenho.

Eu sabia que quando o pai dela e eu decidimos pelo divórcio e pela vida em casas separadas que iria ter momentos que ela precisaria de mim, a mãe, e eu não estaria lá. Agradeço por você estar presente quando eu não pude. Agradeço por ter tido piedade nos anos de adolescência e nunca tê-la rejeitado. Ela precisa de uma mãe por perto e você fez um ótimo trabalho.

Respeitou minha posição enquanto mãe desde o início. Gostei de você sempre vir falar comigo e perguntado se estava tomando a decisão correta com ela. Reconheço que nossa relação é rara. Não é sempre que uma mãe e uma madrasta mandam mensagens umas às outras lembrando o quanto elas se amam. Você foi um presente.

10435412_10152832253976007_589146718524224244_n

Por causa de sua coragem de criar nossa filha da forma que fez ela será uma mulher melhor. Irá crescer com uma mãe que a ama o tanto quanto eu queria. Ela não escolheu ter pais divorciados e eu não desejo isso a nenhuma criança. Sou muito grata por ela ter quatro pais que se amam e se respeitam. Ela tem compaixão por isso e compreende que a falha em um aspecto pode ser a bênção em outro.

Não vejo você como uma substituta enquanto não estou presente. Você é a mãe dela quando está com você ou comigo. Ela fica animada ao te contar histórias de quando está na minha casa e isso me faz querer pular de felicidade. Fico orgulhosa quando você fecha seus braços em volta de mim e me aperta com um verdadeiro e caloroso abraço sempre que nos vemos.

Tenho consciência de como é quando uma mãe não é emocionalmente capaz de aceitar a madrasta em sua vida. Só consigo dizer obrigado por conseguirmos ficar acima de tudo isso e fazermos o que é melhor para nossa filha. Obrigado pela maturidade e respeito ao cooperar comigo.

Prometo sempre respeitar sua visão sobre nossa filha. Prometo nunca reduzir a posição que você se encontra na vida dela ou fazer você sentir que não é a mãe. Prometo a criar para ser grata por ter duas mães fortes em sua vida que têm coragem de cuidar dela em conjunto. Mesmo que nossa relação seja tranquila, rezo para que ela não passe pelo mesmo. Mas se um dia ela estiver na mesma situação eu prometo dar um exemplo a ela de como deve ser uma criação em conjunto.

Mulher preciosa, você é uma linda joia rara.

Eu te amo e que Deus te abençoe.

198957_10200650895628090_281001527_n

O post Carta aberta para a madrasta da minha filha apareceu primeiro em Sedentário & Hiperativo.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores