arrow_back

Resultado da busca por: "trabalho"

Trabalhar na Europa

Trabalhar na Europa - Vida de Suporte



Transcrição:


Suporte [ao telefone]: Vou trabalhar para uma empresa na Europa.

Alex [respondendo, ao telefone]: Você fala inglês?

Voz do Suporte: Ainda não.

Voz do Alex: E qual o seu plano para conseguir entender o que as pessoas irão falar pra você?

Suporte: Irei usar anos de experiência nisso.

Usuária [logo atrás do Suporte]: O coisa do meu conequitador tem quantos ibetus?





Trabalhar na Europa


Pra quem é fluente em “usuarês”, entender o alemão ou francês é mais fácil do que pregar peça em estagiário.


E pra quem participa do Remote2Hire, trabalhar na Europa é algo bem mais real e descomplicado do que muitos imaginam. Mesmo na pandemia.


O Remote2Hire é uma iniciativa da Landing.Jobs que visa tornar mais seguro e menos complexo o processo de conseguir emprego na Europa nesse período ainda de tantas incertezas trazidas pela Covid-19.


O programa é uma ponte entre grandes empresas à procura de talentos e profissionais de TI do Brasil que, após um primeiro momento baseado no trabalho remoto, têm a oportunidade de mudar-se efetivamente para a Europa. A Landing.Jobs inclusive ajuda nas questões burocráticas.


Landing.jobs


O programa funciona, resumidamente, assim:


  • Processo de Aplicação – onde o candidato inscreve-se no programe e tem seu cadastro avaliado.

  • Processo de Seleção – nessa etapa ocorre a candidatura à vagas e as ofertas de empregos

  • Processo de Trabalho – que inicia com o profissional trabalhando remotamente ainda no Brasil. Depois desse período remoto que dura entre 3 a 6 meses, o profissional e a empresa decidem se continuarão trabalhando juntos. Se sim, é preparado o VISA para a realocação e, enfim, a viagem para a Europa.

  • Parece interessante pra você? Acesse a página do Remote2Hire e saiba mais sobre o programa.






    Post publieditorial.





    Trabalhar na Europa é um post do blog Vida de Suporte.


    Trabalhar na Europa

    Trabalhar na Europa - Vida de Suporte



    Transcrição:


    Suporte [ao telefone]: Vou trabalhar para uma empresa na Europa.

    Alex [respondendo, ao telefone]: Você fala inglês?

    Voz do Suporte: Ainda não.

    Voz do Alex: E qual o seu plano para conseguir entender o que as pessoas irão falar pra você?

    Suporte: Irei usar anos de experiência nisso.

    Usuária [logo atrás do Suporte]: O coisa do meu conequitador tem quantos ibetus?





    Trabalhar na Europa


    Pra quem é fluente em “usuarês”, entender o alemão ou francês é mais fácil do que pregar peça em estagiário.


    E pra quem participa do Remote2Hire, trabalhar na Europa é algo bem mais real e descomplicado do que muitos imaginam. Mesmo na pandemia.


    O Remote2Hire é uma iniciativa da Landing.Jobs que visa tornar mais seguro e menos complexo o processo de conseguir emprego na Europa nesse período ainda de tantas incertezas trazidas pela Covid-19.


    O programa é uma ponte entre grandes empresas à procura de talentos e profissionais de TI do Brasil que, após um primeiro momento baseado no trabalho remoto, têm a oportunidade de mudar-se efetivamente para a Europa. A Landing.Jobs inclusive ajuda nas questões burocráticas.


    Landing.jobs


    O programa funciona, resumidamente, assim:


  • Processo de Aplicação – onde o candidato inscreve-se no programe e tem seu cadastro avaliado.

  • Processo de Seleção – nessa etapa ocorre a candidatura à vagas e as ofertas de empregos

  • Processo de Trabalho – que inicia com o profissional trabalhando remotamente ainda no Brasil. Depois desse período remoto que dura entre 3 a 6 meses, o profissional e a empresa decidem se continuarão trabalhando juntos. Se sim, é preparado o VISA para a realocação e, enfim, a viagem para a Europa.

  • Parece interessante pra você? Acesse a página do Remote2Hire e saiba mais sobre o programa.






    Post publieditorial.





    Trabalhar na Europa é um post do blog Vida de Suporte.


    Veja como são algumas séries por trás das câmeras

    Algumas séries e filmes são totalmente diferente por trás das câmeras e é possível perceber o incrível trabalho de pós-produção das obras.


    O Mandaloriano por trás das câmeras


    algumas séries



    Quem imaginaria o que acontece durante uma produção de Doutor Estranho?



    Mary Poppins voltando



    A colagem do filme Kingsman: O Círculo Dourado



    Jumanji não foi gravado apenas na selva



    Ghostbusters (2016): é assim que esse personagem se parece na realidade.



    Alice no País das Maravilhas



    Gigante e assustador em A Monster Calls



    Projeto Gemini, com Will Smith velho e jovem



    Taika Waititi ninando o bebê Yoda



    O Incrível Homem-Aranha com Emma Stone: até o elevador não é real aqui.



    Dolittle e seus homens verdes ao invés de seus animais



    O Chamado da Floresta



    O Homem de Aço: antes e depois



    Esses pontos no rosto do Mark Ruffalo são o que produzem o rosto do Hulk



    Valerian e a Cidade dos Mil Planetas



    É assim que filmam os closes nos motoristas



    Vai um Starbucks aí?



    A Alita “original” é assim



    O casal Visão e Wanda



    Bônus: para criar o famoso código de Matrix (1999), o designer de produção digitalizou os símbolos dos livros de culinária de sua esposa e, em seguida, os alterou.






    O post Veja como são algumas séries por trás das câmeras apareceu primeiro em O Macho Alpha.

    15 pessoas que nunca ouviram falar sobre segurança

    Seria mais seguro para esses caras lutar contra dragões do que se dedicar à construção, reparo e outras profissões que exigem o cumprimento estrito dos regulamentos de segurança no trabalho.


    #1


    Vou deixá-los aqui. Uma bomba da Segunda Guerra Mundial ficou na estrada por mais de uma semana (Normandia)


    #2



    #3



    #4



    #5



    #6



    #7



    #8



    #9



    #10



    #11



    #12



    #13



    #14



    #15



    O post 15 pessoas que nunca ouviram falar sobre segurança apareceu primeiro em Aziume - Blog de humor.

    MAIS POSTS

    Compartilhar

    Escolha uma rede para compartilhar

    Marcadores