arrow_back

Resultado da busca por: "Reinaldo Azevedo"

Olavo de Carvalho processa Mariliz Pereira Jorge por quebra de monopólio em xingamentos a Bolsonaro

TRIBUNAL DE HAHAHAIA – Após passar dois anos xingando Bolsonaro nas redes sociais e no Bolsozapp Herald, Olavo de Carvalho chegou ao seu limite. O astrólogo, youtuber e proctologista verbal anunciou hoje que vai abrir um processo no Cade contra a jornalista Mariliz Pereira Jorge, que publicou uma coluna com xingamentos ao presidente da república. As acusações são de plágio e quebra de monopólio. Olavo enviou um ofício ao juizado de marcas e patentes requerendo a exclusividade nos maus tratos a Jair Bolsonaro, documento que este piauí Herald obteve com exclusividade e reproduz abaixo:



“Meretríssimo,


Peço que se atente aos fatos: eu venho há décadas trilhando um dedicado caminho de insultos e impropérios e passo todos os poucos dias que me restam sobre essa terra de Deus inventando apelidos infames para adversários no Twitter. Há dois anos dedico grande parte do meu tempo a achincalhar o atual presidanta, com provas publicadas em uma revistinha bozerra chamada piauí, em milhões de tuítes e em incontáveis vídeos que circulam pela rede mundial de computadores. Agora vem essa senhora Mariliz, num claro caso de plágio, cometer uma coluna dessas na Foice de São Paulo (esse último mais um brilhante apelido criado por mim)?


Porongo purulento de papalvo. Roedor de vergalhão. Marco Polo da Muzema. Lula da Muzema. Drauzio Varella da Muzema. Montesquieu da Muzema. Rousseau da rachadinha. Zé corrimento. Arremedo de versão beta do Pinochet. Madre Teresa de Curicica. Labrusco de jeba javarda. Anta anafilática. Furusteca de fodelança futurista. Sintoma escatológico de ebola marrano. Sabordalhão de suplente de Satanás. Esfíncter de Satanás. Chupeta de espícula chavascuda. Gônada de anarquista indolente. Arremedo de herpes-zóster. Concentrado de gonococo gram. Paródia de treponema pallidum. Invólucro de fezes.


Essa é apenas uma pequena leva da obra à qual me dedico há tanto tempo e com tanto esforço. E aí pergunto: onde estava Felipe Neto para compartilhar essas criações? Onde se escondiam Pedro Doria, Vera Magalhães, Reinaldo Azevedo, Thaís Oyama, Mônica Bergamo, Mônica Waldvogel, Nico puig, Daniel azulay, Ricardo Machi, Cláudio Heinrich, Andréia Sorvetão, Esperidião Amim, Mari Alexandre, Patrícia de Sabrit, Sula Miranda, Patricia Marx, Deborah Blando, Hugo Oyama, Tatau do Araketu, Royce do Cavaco,  Kleber Bam Bam e tantos outros que não compartilhavam de gostosas gargalhadas comigo?


Trata-se de evidente e revoltante caso de Cartel da extrema imprensa! Por isso peço justiça, apenas justiça!


Beijundas,


Olavo de Caralho”






O post Olavo de Carvalho processa Mariliz Pereira Jorge por quebra de monopólio em xingamentos a Bolsonaro apareceu primeiro em revista piauí.

Cirque du Soleil abre seleção no Brasil após exibições de malabarismo em defesa de Waack

Nos últimos dias, muitos jornalistas usaram seus espaços para defender o colega William Waack da acusação de ser racista. Waack foi gravado dizendo “é coisa de preto” sobre o motorista que buzinou enquanto se preparava para ir ao ar ao vivo nos EUA. Isso mostra a sofisticação do jornalismo da Globo, que consegue identificar a cor de uma pessoa só pelo som da buzina.


Até agora, se revezaram em colunas defendendo o “deslize” de Waack, um “grande profissional” Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo, Rachel Sheherazade, Mônica Waldvogel, José Roberto Guzzo, Gilmar Mendes e Silas Malafaia.


Os malabarismos para justificar a apavorantemente nítida opinião de Waack sobre a raça negra não são fáceis de executar. Tanto que chamaram a atenção do Cirque du Soleil, que virá ao Brasil fazer um “casting” entre estes profissionais.


Enquanto fazem bem o malabarismo usando argumentos sobre as qualidades profissionais e pessoais de Waack, muitos deixam cair as bolas quando dizem que rechaçar a atitude do ex-âncora do Jornal da Globo é bandeira “esquerdista”.


Augusto Nunes os chamou de “fanáticos extremistas, perdedores congênitos, patrulheiros esquerdopatas, cretinos fundamentais e idiotas em geral”. Sheherazade, de “esquerdistas acéfalos e medíocres de todas as nuances”. Para Joice Hasselmann são “babacas, patrulhadores recalcados, gente idiota”.


(Com ideia de Marcos Sacramento)


 



Pessoas sãs querem processar Fachin por lhes fazer defender Reinaldo Azevedo

O STF divulgou a transcrição de uma conversa entre o jornalista Reinaldo Azevedo e Andreia Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves. Na conversa, não há qualquer tipo ilícito penal – o que viola o inciso XIV do 5º artigo da Constituição Federal, que garante ao jornalista o direito do sigilo de fonte.


(Chegou-se a divulgar no site Buzzfeed que o vazamento teria saído do PGR de Rodrigo Janot, mas a Folha de S. Paulo apurou que a transcrição estava no pacote de grampos cujo sigilo foi extinto por Edson Fachin na semana passada).


A divulgação autorizada por Edson Fachin uniu jornalistas e comentaristas em defesa de Reinaldo Azevedo, que nas últimas semanas vinha criticando duramente o que chamava de abusos cometidos pela PGR e pela operação Lava Jato.


Pessoas clinicamente sãs também saíram em defesa de Reinaldo em nome do estado de direito. O complicado colunista, por exemplo, comemorou a divulgação ilegal dos grampos feitos nas conversas de Lula no ano passado.


“Tive que tomar dois dramins para conseguir escrever um texto de apoio a este senhor que já chamou Laerte de ‘baranga’, ‘falsa senhora’ e ‘homem-mulher’, destila ódio antipetista entre seus leitores injuriando políticos adversários e se mete em arranca-rabos tão tristes quanto escatológicos com os ex-amigos Diogo Mainardi e Olavo de Carvalho”, escreveu um internauta.


Um grupo de jornalistas já entrou com uma ação contra Rodrigo Janot por tê-los feito defender o direito de expressão de Reinaldo Azevedo. “Aguentar aquela cavalgadura obrando asneiras faz parte do jogo, mas brigar para que ele fale mais é caso de danos morais contra nossa classe”, escreveu um jornalista.


M Zorzanelli



Pessoas sãs querem processar Janot por lhes fazer defender Reinaldo Azevedo

O PGR (Partido Geral da República) divulgou na tarde de hoje o áudio de uma conversa entre o jornalista Reinaldo Azevedo e Andreia Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves. Na conversa íntima, não há registro de qualquer tipo ilícito penal – o que viola frontalmente o inciso XIV do 5º artigo da Constituição Federal, que garante ao jornalista o direito do sigilo de fonte.


A divulgação autorizada por Rodrigo Janot uniu jornalistas e comentaristas em defesa de Reinaldo Azevedo, que nas últimas semanas vinha criticando duramente o que chamava de abusos cometidos pela PGR e pela operação Lava Jato.


Pessoas clinicamente sãs também saíram em defesa de Reinaldo em nome do estado de direito. O complicado colunista, por exemplo, comemorou a divulgação ilegal dos grampos feitos nas conversas de Lula no ano passado.


“Tive que tomar dois dramins para conseguir escrever um texto de apoio a este senhor que já chamou Laerte de ‘baranga’, ‘falsa senhora’ e ‘homem-mulher’, destila ódio antipetista entre seus leitores injuriando políticos adversários e se mete em arranca-rabos tão tristes quanto escatológicos com os ex-amigos Diogo Mainardi e Olavo de Carvalho”, escreveu um internauta.


Um grupo de jornalistas já entrou com uma ação contra Rodrigo Janot por tê-los feito defender o direito de expressão de Reinaldo Azevedo. “Aguentar aquela cavalgadura obrando asneiras faz parte do jogo, mas brigar para que ele fale mais é caso de danos morais contra nossa classe”, escreveu um jornalista.


M Zorzanelli



SBT fará novela mexicana com briga de Mainardi e Reinaldo, “A direita de nascer”

O SBT confirmou que já está em fase de produção de roteiro a novela mexicana “A direita de nascer”. O folhetim vai relatar a briga entre Diogo Mainardi e Reinaldo Azevedo. A novela vai contar a história de dois amigos que acabaram virando antagonistas. Uma das cenas mais marcantes será a que Diogo dirá “Vai dar a bunda, Reinaldo”.


Inconformado, Reinaldo passará noites fazendo posts em seu blog relembrando tempos felizes e contando histórias do passado, que vão ser encenadas com efeito fumaça para dar a ideia de flashback.


Uma das grandes reviravoltas está no capítulo em que Reinaldo escreveu críticas à Lava Jato e passou a ser elogiado por petistas, que até então o execravam. Os dois eram companheiros há pouco tempo. Hoje, Diogo joga tarô e prevê, todo dia, que Lula será preso amanhã.



MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores