arrow_back

Resultado da busca por: "que são da"

Links Machos – 488

Os Links Machos desta semana já estão prontos para vocês, meus amigos, espero que o vosso feriado tenha sido muito bom e que o final de semana vindouro seja melhor ainda!


Bora curtir!



Vídeo: O carteiro no feriado prolongado


Tirinha: Um momento de reflexão


Imagem: Amor fraterno














Vídeo: A melhor pegadinha do dia


Lista: Perguntas a serem respondidas pela 6ª temporada de Peaky Blinders


Lista: 10 famosos que são da mesma família e você nem imaginava














Curiosidade: Artista junta personagens por suas cores


Tirinha: Aceita


Imagem: Só pra ver se tá tudo ok



Imagem: Psicose ao extremo


Lista: 10 coisas que você precisa fazer todos os dias


Vídeo: Tudo em nome do entretenimento














Texto: A Alemanha pacífica














Notícia: EUA enfrenta escassez de munição


Imagem: Ela não sabe brincar














O post Links Machos – 488 apareceu primeiro em O Macho Alpha.

play_circle_filled play

Dr. Pimpolho - Estagia?rio Parecido

Chegou um novo estagiário na empresa e adivinhe só.. ele é a cópia do chefe! Será que são da mesma família??

Confira Doutor Pimpolho em Estagiário Parecido!

Siga o Chuchu no Instagram: www.instagram.com/chuchubelezaoficial
Curta o nosso Facebook: www.facebook.com/chuchubeleza
Ouça o Chuchu no Spotify: https://ONErpm.lnk.to/ChuchuBelezaSpotify

Bebeu demais, não conseguiu transar com a garota desejada, pagou a coleguinha da escola e perdeu uma meia #AconteceuComigo

aconteceu-comigo1


Fato verídico que ocorreu com um amigo muito próximo chamado EU.


Tudo começou com um inocente churrasco entre amigos. Cerveja barata, carne de procedência duvidosa e música ruim, a típica linguiçada.


Até aí tudo bem, todo mundo se divertindo e bebendo mais do que camelo.

Até que a polenta começa a azedar… Recebo uma mensagem de uma guria que eu tava querendo o porco nu, dizendo que queria vir até a minha cidade pra fazermos algo e tals,


Quando o malaquias acorda o bom senso já não se mostra muito eficiente, agora some as peripécias de malaquias com um grau etílico bastante elevado no organismo. Obviamente e mais do que depressa mandei a charmuta vir.


Esse foi o princípio do fim, foi aí que o meu barraco desabou, foi nessa que meu barco se perdeu (me desculpem…)


Se eu fosse uma pessoa sensata (coisa que já ficou clara que não sou), teria parado de beber e esperado a dita cuja chegar na cidade para sairmos, mas nãão, continuei bebendo para um caralho. Pra ajudar, ela ainda demorou pra chegar, o que agravou mais a situação, me dando mais tempo pra beber.


Fui encontrar com ela, fiz merda de tão bêbado, caguei os esquema e agora não terei mais o corco nu da minha querida prenda. Triste, puto e desiludido, me sentindo pior do que pobre quando corre atrás do busão e mesmo assim não alcança, fui ao encontro dos sobreviventes do churrasco.


Encontrei os bravos heróis da esbórnia, sentados em uma praça abraçados à um isopor recheado com o sagrado líquido. Já era tarde, já passava das duas da manhã, e como todos sabemos, nada de bom acontece depois das duas da manhã.


Bêbados e determinados a fazer merda, saímos em uma grande odisseia em busca de um pouco de conforto em alguma dama da noite. Encontramos muitas moças de tromba oferecendo seus serviços, mas não caímos em tentação, mantivemos o foco.


Muitos litros de álcool depois, tanto no carro quanto em nós, encontramos as damas. Grana pra fora, moças pra dentro. Quando todas estavam acomodadas (abarrotadas), descubro que são da minha querida cidade natal, elas realmente não me pareciam estranhas.


Chegamos no abatedouro… Pessoas socializando na sala, tudo muito legal até que uma das donzelas diz: “AHHH EU SABIA QUE TE CONHECIA DE ALGUM LUGAR, ESTUDAMOS JUNTOS!! OLHA BRUNA, NÃO TE DISSE?”


Sim, eu estava em uma caralha de outra cidade e pego duas putas da minha cidade natal que estudaram comigo no colegial. Caralho Universo, o que é que eu te fiz? Não responda.


Tá no inferno abraça o capeta, bora pro fight.

Mano… Que sexo bosta, mil vezes ter ficado na mão. Recolhi minhas roupas com o pouco de dignidade que me restava. Exatamente, restava… Não resta mais. Perdi um pé de meia, puta que pariu. Voltei pra casa com só uma das meias no pé.


Resumo do rolê: Perdi uma cocota daora, fiquei bebado para caralho, comi putas que estudaram comigo no colegial, fiquei alguns temers mais pobre e perdi um pé de meia.


O que podemos aprender com isso? O relógio marcou 2:00 AM, fujam para suas casas e se tranquem em seus quartos, de preferência longe da internet.


– anônimo


Envie também a sua história que nóis posta! [email protected]

Bebeu demais, não conseguiu transar com a garota desejada, pagou a coleguinha da escola e perdeu uma meia #AconteceuComigo

aconteceu-comigo1


Fato verídico que ocorreu com um amigo muito próximo chamado EU.


Tudo começou com um inocente churrasco entre amigos. Cerveja barata, carne de procedência duvidosa e música ruim, a típica linguiçada.


Até aí tudo bem, todo mundo se divertindo e bebendo mais do que camelo.

Até que a polenta começa a azedar… Recebo uma mensagem de uma guria que eu tava querendo o porco nu, dizendo que queria vir até a minha cidade pra fazermos algo e tals,


Quando o malaquias acorda o bom senso já não se mostra muito eficiente, agora some as peripécias de malaquias com um grau etílico bastante elevado no organismo. Obviamente e mais do que depressa mandei a charmuta vir.


Esse foi o princípio do fim, foi aí que o meu barraco desabou, foi nessa que meu barco se perdeu (me desculpem…)


Se eu fosse uma pessoa sensata (coisa que já ficou clara que não sou), teria parado de beber e esperado a dita cuja chegar na cidade para sairmos, mas nãão, continuei bebendo para um caralho. Pra ajudar, ela ainda demorou pra chegar, o que agravou mais a situação, me dando mais tempo pra beber.


Fui encontrar com ela, fiz merda de tão bêbado, caguei os esquema e agora não terei mais o corco nu da minha querida prenda. Triste, puto e desiludido, me sentindo pior do que pobre quando corre atrás do busão e mesmo assim não alcança, fui ao encontro dos sobreviventes do churrasco.


Encontrei os bravos heróis da esbórnia, sentados em uma praça abraçados à um isopor recheado com o sagrado líquido. Já era tarde, já passava das duas da manhã, e como todos sabemos, nada de bom acontece depois das duas da manhã.


Bêbados e determinados a fazer merda, saímos em uma grande odisseia em busca de um pouco de conforto em alguma dama da noite. Encontramos muitas moças de tromba oferecendo seus serviços, mas não caímos em tentação, mantivemos o foco.


Muitos litros de álcool depois, tanto no carro quanto em nós, encontramos as damas. Grana pra fora, moças pra dentro. Quando todas estavam acomodadas (abarrotadas), descubro que são da minha querida cidade natal, elas realmente não me pareciam estranhas.


Chegamos no abatedouro… Pessoas socializando na sala, tudo muito legal até que uma das donzelas diz: “AHHH EU SABIA QUE TE CONHECIA DE ALGUM LUGAR, ESTUDAMOS JUNTOS!! OLHA BRUNA, NÃO TE DISSE?”


Sim, eu estava em uma caralha de outra cidade e pego duas putas da minha cidade natal que estudaram comigo no colegial. Caralho Universo, o que é que eu te fiz? Não responda.


Tá no inferno abraça o capeta, bora pro fight.

Mano… Que sexo bosta, mil vezes ter ficado na mão. Recolhi minhas roupas com o pouco de dignidade que me restava. Exatamente, restava… Não resta mais. Perdi um pé de meia, puta que pariu. Voltei pra casa com só uma das meias no pé.


Resumo do rolê: Perdi uma cocota daora, fiquei bebado para caralho, comi putas que estudaram comigo no colegial, fiquei alguns temers mais pobre e perdi um pé de meia.


O que podemos aprender com isso? O relógio marcou 2:00 AM, fujam para suas casas e se tranquem em seus quartos, de preferência longe da internet.


– anônimo


Envie também a sua história que nóis posta! [email protected]

E vamos começar 2015 com o Truco Valendo o Toba

Lets Ver De Novo

Olar Terráqueos.


Um Feliz 2015 para todos que são da zuera e não tem incontingência anal. Este ano eu quero começar assistindo um clássico do Youtube que está completando 8 anos (OITO ANOS), sim o TRUCO VALENDO O TOBA está completando oito aninhos em 2015. Isso quer dizer que a maioria da geração que hoje tem 16 anos nem tinha perdido os dentes de leite quando esta pérola estava surgindo.


Olha que bonito nessa época as pessoas ainda jogavam Playstation 1, mandavam scraps no Orkut e enviavam mensagem pelo MSN (melhor q Whatsapp)!


Sim era um mundo melhor…


E lembrem-se: muito cuidado com a sicuri da cabeçona cor de abobra.



Pré HUEHUE BRBR


The post E vamos começar 2015 com o Truco Valendo o Toba appeared first on Cabeçada!.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores