arrow_back

Resultado da busca por: "para se adaptar"

Próximo comandante do Exército terá que provar proficiência em Twitter

MILICOSFERA – “Tem que tirar 10 em tuíte ao alvo, tuíte à distância, tuitagem na selva e tuitagem submarina, tá ok? Aí tá apto.” Foi assim que o presidente Jair Bolsonaro anunciou quais serão as qualificações necessárias para a escolha do próximo general a comandar o Exército – cargo aberto após a demissão do general Pujol. “E tem que ser general de quatro posts, com perfil verificado, se não nem tem papo.”



Para se adaptar ao anúncio de Bolsonaro, o Exército anunciou a criação do BOPE, o Batalhão de Operações e Postagens Especiais, que terá como tuiteiro de honra o general Villas Bôas. “Esse sim é um verdadeiro herói de guerra, tá ok? Não teve medo de ameaçar dar golpe de estado pelo Twitter pra me fazer ganhar do PT.”


O anúncio trouxe um pouco de calma ao mercado, que temia a nomeação de um general que não ameaçasse a democracia pelas redes sociais.





O post Próximo comandante do Exército terá que provar proficiência em Twitter apareceu primeiro em revista piauí.

Covid-19 contrata assessoria de imprensa para voltar a ser notícia no Brasil de Bolsonaro

POR ONDE ANDA? – “É uma situação normal com uma marca global como a nossa. Cada região tem suas particularidades, suas manias”, afirmou a Covid-19, em sua primeira coletiva após a contratação de uma assessoria de imprensa especializada em reposicionamento de marca. “A equipe percebeu que o altíssimo número de mortes já não era mais suficiente para dar conta de me inserir num ambiente noticioso cada vez mais competitivo. Foi preciso pensar em novas estratégias para lidar com o Brasil.”


A mudança na comunicação do vírus busca trazer de volta o protagonismo da pandemia no cenário nacional. “O vírus está próximo de contagiar 1 milhão de pessoas no país. E mesmo assim perde de lavada para novidades sobre miliciano foragido e demissão de ministro da Educação mal educado”, afirmou a nova equipe do coronavírus por meio de nota. “Ficou claro que para competir com o governo Bolsonaro ele precisava de uma estratégia multiplatraforma.”


Agora, além de contaminar as pessoa por vias nasais, a Covid-19 também vai cobrar gatonet em Rio das Pedras, xingar povos indígenas e participar de um esquema de rachadinha no gabinete do senador Flávio Bolsonaro. Para se adaptar ao modelo brasileiro, o vírus também se comprometeu a assistir todos os vídeos do youtuber Olavo de Carvalho. “Há uma expectativa de a obra do professor Olavo gere uma mutação no vírus que o torne contaminável também pelas vias anais. Ele pensa até em mudar o nome para CUvid-19”, explicou a assessoria do vírus, que já conseguiu marcar uma entrevista dele para o programa Superpop.

O post Covid-19 contrata assessoria de imprensa para voltar a ser notícia no Brasil de Bolsonaro apareceu primeiro em revista piauí.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores