arrow_back

Resultado da busca por: "os policiais do"

Facção pinta ‘código de ética’ em parede: ‘respeito uns com os outros’

Você pode pensar neste ato dos traficantes de João Pessoa, na Paraíba, de duas formas (entre várias que não interessam aqui). E vai estar certo nas duas, sem julgarmos o que seria bom ou ruim, o famoso “juízo de valor”. Primeiro, leia os “mandamentos” que o poder paralelo de três comunidades locais escreveram nas paredes:


– Não usar drogas na frente de crianças;

– Motoqueiros: andar devagar pelas ruas;

– Não escutar som alto tarde da noite;

– O sossego da população é primordial;

– Não roubar na comunidade, em respeito ao cidadão de bem;

– Respeitar todos os moradores;

– Não aceitamos talaricagem;

– União e respeito uns com os outros.


A primeira forma é ler estas palavras em um país com a venda de drogas liberada, um exercício de imaginação. O “código de ética” do tráfico seria bastante positivo, quase uma ata do seu prédio, seu condomínio, sua vila. Principalmente a parte da “talaricagem”, que é se envolver com homem ou mulher comprometidos. Se bem que… se a pessoa estiver afim… Enfim, deixa pra lá. Tudo muito plausível, certo?


Outra é ler estes “mandamentos” modernos em um país onde a venda de drogas é um crime, mas as pessoas gostam tanto de drogas que entram na ilegalidade mesmo assim para comprá-las e vendê-las. Que é o que acontece em todos os países onde a venda de drogas é proibida. Como o Brasil. Completamente errado ditar estas regras, não é?


Certo nos dois casos. O muro, como a folha em branco, recebe qualquer coisa sem reclamar. O problema são as entrelinhas.


A polícia achou aquilo uma afronta, uma demonstração de poder inaceitável, quase como usar armas pesadas em público (que é o que traficantes de droga fazem para ganhar dinheiro vendendo drogas). Chamados, os policiais do 5º Batalhão foram nos bairros Bancários, Mangabeira e Costa e Silva (aliás… que triste ainda existir um bairro com este último nome). Fizeram o quê? Picharam por cima, informa o G1:



“Denuncie! 190”, escreveram, dando o telefone da polícia. Então… já sabe: Se virem qualquer pessoa vendendo drogas ou impondo o poder paralelo, como ditar regras a serem seguidas em uma parede, ligue para o 190 e denuncie. Mas se puderem ter “respeito uns com os outros” também, nada mal. [Nota do Editor: Não há qualquer ironia neste último parágrafo, é sempre bom avisar]



PMs do Rio assaltaram boca de fumo e venderam armas para o tráfico

A operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio de Janeiro contra policiais militares corruptos e traficantes de drogas, considerada a maior já realizada – agentes foram às ruas com mandados contra 96 PMs e 70 traficantes -, revelou, entre muitas coisas, um absurdo completo na atuação da PM em morros de São Gonçalo.


As escutas feitas com autorização da Justiça flagraram PMs “assaltando” uma boca de fumo da região. Depois de render traficantes, os próprios policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do bairro do Mutuá assumiram a venda de drogas, realizando um “saldão” de preços baixos para levantar dinheiro de forma mais rápida, informa o G1.


Como se não fosse absurdo o suficiente, os policiais militares, funcionários do Estado responsáveis por servir e proteger a população do Rio de Janeiro, também foram flagrados em conversas com traficantes negociando o aluguel e a venda de fuzis. Alguns eram da própria corporação, mas outros eram apreendidos das facções criminosas rivais e revendidos.


Um dos agentes classificou o esquema dos PMs da cidade fluminense como “uma viagem pelo Código Penal”. “As comunidades de São Gonçalo viraram verdadeiros ‘shopping centers’ do crime para esses PMs”, disse.




Bandido lazarento fica com o rabo cheio de bala no Paraná

No Paraná a vida do crime é uma vida difícil.


O bandido pode até roubar, mas terá que enfrentar a PM que volta e meia enche o rabo de alguém de tiro.



“Viu seu larazento, nós vimos bem a sua cara ô jaguara”


Lazarento…

Jaguara…..


Melhor que os policiais do Paraná, somente os policiais do Paraná usando gírias do Paraná.

Que estado é esse?


Para ver todos os posts completos acesse o Não Salvo.

Como os policiais dos EUA protegem a sociedade de alguém armado

O cara com a arma assaltou uma loja e na fuga ele arrombou uma igreja, invadiu uma casa, roubou o carro dessa casa, parou num super mercado e roubou a arma. Ou seja, os caras lá nos isteites brincam de GTA diariamente, inclusive os policias. Olha só como terminou isso tudo:



Depois que as imagens foram divulgadas o policial foi afastado por abuso de força.




MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores