arrow_back

Resultado da busca por: "os meus rins"

10 Fatos sobre o Natal do Profissional de TI

1. As decorações natalinas do departamento de TI são as mais criativas


Decoração de Natal



Transcrição:


Suporte [Nervoso, falando com Alex]: Hoje tá uma loucura! Novos chamados chegando a todo instante e o telefone não para de tocar!

[Telefone tocando “trim!” “trim!” “trim!”]

Suporte [caminhando com o Alex]: Aparentemente todos os mouses da empresa sumiram!

Alex [surpreso ao ver algo]: Mas o quê…

[Foto de árvore de Natal iluminada com diversos mouses ópticos]

Alex: Quem faria uma coisa dessa?

Estagiário [chegando na sala cantarolando e usando gorro de Papai Noel]: Bate o sino pequenino, sino de Belém…


Quem acompanha o blog com frequência sabe que em todo final de ano é publicado o especial com as decorações natalinas muito criativas construídas pelos leitores para ornamentar os seus respectivos locais de trabalho.


Pentes de memórias viram guirlandas; DVDs e processadores são utilizados nas construções de árvores de Natal; cabos UTP transformam-se em presépios com mensagens de “Feliz Natal” cuidadosamente confeccionadas com teclas retiradas de teclados antigos.



Todos os anos vemos ótimos exemplos de reutilização de sucata tecnológica, que deixariam MacGyver orgulhoso.


Por falar nisso, se você tá precisando adquirir aquele hardware dos seus sonhos para substituir alguma tralha obsoleta ou danificada, a minha dica é: confira as ofertas de Natal do KaBuM!, que prometem fazer tanto ou mais sucesso que os descontos na campanha da Black Friday.


Inclusive, pode até aproveitar para presentear alguém.


Presente de Natal



Transcrição:


Garotinho: Obrigado pelo presente de Natal

Suporte: Como sabe que fui eu e não o Papai Noel?

[Foto de presente com embrulho amarrado por um cabo de rede]


Melhor que os preços dos produtos em promoção, só ganhando de presente do Papai Noel.


2. As caixinhas de Natal também são bem engenhosas


Caixinha de Natal



Transcrição:


[Suporte chegando na sala de casa]

Voz de Esposa: Oi, querido! Quais as novidades?

Suporte: A boa notícia é que tenho uma nova fonte de renda.

Voz de Esposa: Que ótimo!

Voz de Esposa: E qual a má notícia?

[Foto de uma fonte ATX com um estreito corte na parte superior e com a seguinte inscrição na lateral: Caixinha de Natal]


As caixinhas de Natal boladas pelos profissionais de TI também são divertidamente criativas. Pena que geralmente o conteúdo das caixinhas dá vontade de chorar.


Caneta Bic, chiclete, sachê de maionese, camisinha (inútil pra quem trabalha com informática), bombom (em um ano bom), são alguns dos itens encontrados na hora de abrir a bendita caixinha.


Não que o profissional de TI não esteja acostumado com essa situação. Afinal, seu salário é quase uma gorjeta mesmo.


Contribuição



Transcrição:


Suporte [para o Chefe que se aproxima com uma moeda na mão]: Ah, bacana! Você veio contribuir com a nossa caixinha de Natal.

Chefe: [jogando a moeda para o Suporte]: Não. Na realidade vim trazer o seu aumento de salário.

Suporte: Mas com isso só dá pra jogar cara ou coroa.

Chefe: E você achando que a empresa não se importa com o lazer dos funcionários.


3. Época de harmonia, fraternidade e espírito Natalino?


Perdão



Transcrição:


[Suporte ao telefone com usuário]

Voz de Usuário: Antes de tudo eu quero lhe desejar um feliz Natal e lembrar que essa é uma época de generosidade, amor ao próximo…

Voz de Usuário [continuando…]: E, principalmente, perdão! Dito isso, gostaria de pedir desculpas pelos problemas que causei com o meu erro no fechamento contábil, e…

Suporte: Mas o erro não foi seu. Foi do software.

Voz de Usuário: Hã?!?

Voz de Usuário [gritando!]: Que absurdo! E quando é que vocês vão resolver essa p*#%@? Seus incompetentes!!!


Esqueceram de avisar isso aos usuários.


Outra coisa que os users nunca recordam é o nome do suporte que lhes atende. Mas sempre lembram de botar a culpa na “garota da impressora” ou no “rapaz da internet”.


Ah, tem também o Espírito Natalino.


Espírito Natalino



Transcrição:


[Suporte ao telefone com usuário]

[Inspirado por história real enviada por F. M.]

Suporte [falando com o Chefe]: Já conectei no computador da Usuária e resolvi o problema.

Chefe: Aposto que ela levou um baita susto pensando que o computador havia sido possuído por algum espírito do mal.

Suporte: Não dessa vez…

[Flashback…]

Mensagem do Suporte [ao conectar-se remotamente na máquina da Usuária]: Olá. Eu sou o espírito natalino.


Quem não é do ramo pode se surpreender com a quantidade de vez que algum usuário quase morreu do coração ao achar que a sua máquina foi possuída pelo capeta.


Um dos clássicos casos em que o suporte não sabe se ri ou chora.


4. Tem cartinhas para o Papai Noel


Pedido para o Papai Noel



Transcrição:


Estagiário: Vou acabar tendo que vender um dos meus rins pra comprar o PC Gamer dos meus sonhos.

Suporte: Por que você não pede pro Papai Noel?

Estagiário: Boa ideia!

[Papai Noel lendo a cartinha do Estagiário]

Cartinha do Estagiário: Querido Papai Noel, nesse Natal eu quero um rim novo.


Porém, se você não acredita em Papai Noel – apesar de ouvir histórias sobre seres bem mais difíceis de existirem, como um usuário que saiba descompactar um arquivo do WinRAR, por exemplo – a boa notícia é que foi lançada a campanha Super Máquina do KaBuM! em que você concorre a duas máquinas incríveis, uma ótima oportunidade, principalmente pra quem é gamer.


5. Tem fila, mas não é pra ver o Bom Velhinho.


Fila para o Papai Noel



Transcrição:


[Dois garotinhos conversando em uma fila]

Primeiro Garoto: Claro que eu tenho certeza! Uma fila desse tamanho só pode ser para ir ver o Papai Noel.

[Na ponta da fila está a Usuária que fala com Suporte]

Usuária: A internet caiu e o telefone não tá funcionando.


Suporte técnico tem tanta experiência nesse sentido que pode tirar de letra um trabalho temporário vestido de Papai Noel de shopping. Principalmente a parte de conversar com crianças. Porque o usuário nunca faz nada de errado. Quando chegou, o problema já estava assim.


Emprego Temporário



Transcrição:


[Enquanto isso numa seleção para bico de Papai Noel…]

Contratante [para o Suporte, candidato à vaga de emprego temporário]: Para esse trabalho temporário é necessário atender a alguns pré-requisitos.

Contratante: Você tem experiência em lidar com crianças?

[Flashback…]

[Suporte com cara de estressado, diante de computador]

Mensagem do Antivírus: Foram encontrados 35.560 arquivos infectados.

Usuária: Não fui eu!

[De volta à seleção para bico de Papai Noel…]

Suporte [respondendo Contratante]: Ô!


6. Por falar em emprego temporário…


Trabalho Temporário



Transcrição:


Funcionário Temporário: Tô super empolgado com esse emprego temporário de fim de ano para o qual vocês me contrataram! Qual a minha primeira tarefa?

Amigo Suporte: Você vai pegar aquele telefone e desejar um feliz Natal ao Gérson.

Funcionário Temporário [indo em direção ao telefone]: Só isso?! Que fácil!

[Amigo Suporte corre pra longe]

Funcionário Temporário [ao telefone]: Alô, Seu Gérson! Feliz…

Grito do Gérson: O QUE É, PORRAAAA?!?

Funcionário Temporário [todo ferido, com curativos e roupas rasgadas]: Acho que não fui muito bem.

Amigo Suporte: Que nada, você foi ótimo! Pode considerar-se efetivado. Parabéns!

Funcionário Temporário: Que ótimo. E qual a minha próxima tarefa?

Amigo Suporte: Desejar feliz ano novo ao Gérson.


7. Se correr do plantão o bicho pega.


Reunir os parentes nessa época pode ser uma coisa bem desagradável. E não estou falando das discussões políticas.


Ceia de Natal com a família toda reunida é uma espécie de plantão não remunerado. A “menina” ou o “menino do computador” se verá obrigado a dar uma “olhadinha” no smartphone daquela avó; tentar explicar, em vão, para alguma tia que você não pode hackear o Facebook do seu tio; ensinar o primo inconveniente a baixar vídeos do YouTube, além de ter que “reformatalizar” o computador do papai.


Olhadinha



Transcrição:


[Baseado em história real enviada por Filipe Souza]

Alex: Mais tarde tenho uma reunião de família. Odeio esses encontros!

Alex: Sempre acabo conhecendo algum parente distante que quando descobre que trabalho com TI não para de ficar me pedindo pra dar uma olhadinha no computador, celular, microondas, etc..

Colega: Existem duas formas de resolver isso… ou você confronta a situação, se impõe e adota uma postura que desencoraje os pedidos de olhadinhas…

Colega: Ou diz que é proctologista.

[Mais tarde…]

Parente: Ainda não fomos apresentados. Sou o primo Agenor.

Alex: Prazer, doutor Alex.


O “hacker” da família talvez tenha tempo de beliscar uma das asas do peru, mas é provável que só sobre para ele as frutas cristalizadas.


Frutas Cristalizadas



Transcrição:


[Enquanto isso no deserto…]

[Três homens esfarrapados e feridos. Um empunhando uma faca e outro logo atrás com um porrete]

Homem com faca: Jack, sinto muito mas a comida acabou. Vamos ter que nos alimentar de você.

Jack: Peraí, pessoal! Alí tem uma caixa cheia de frutas cristalizadas!

Homem com Faca [caminhando em direção ao Jack]: Eu fico com uma das coxas.

Homem com porrete [também indo em direção ao Jack]: Os braços são meus.


8. Se ficar no plantão o bicho come.


Não que ficar de plantão na noite de Natal seja uma das coisas mais agradáveis. Longe disso.


Plantão no Natal



Transcrição:


Chefe [para o Suporte]: Preciso que você, ainda hoje, formate, instale o sistema operacional, antivírus e demais programas nos 30 computadores da contabilidade.

Chefe [indo embora]: Instale também as 20 impressoras novas que ainda estão nas caixas e aproveita para fechar os 50 chamados pendentes no sistema, já que hoje o atendimento tá mais tranquilo.

Chefe [voltando]: Ah, eu já ia me esquecendo! Tem mais uma coisa pra te dizer…

[Suporte corre gritando “AAAAAAA!!!!!”]

[Suporte pula pela janela do prédio “AAAAA…”]

Chefe [espantado]: Feliz Natal


Num plantão tudo pode acontecer…


Presente Papai Noel



Transcrição:


[Suporte sorrindo surpreso ao ver o Papai Noel lhe entregando um computador]

Suporte: Não acredito! Papai Noel me trouxe um presente!!!

Papai Noel: Na verdade vim deixar o meu PC pra você formatar…


9. Tem mensagem natalina para os clientes


Mensagem de Natal



Transcrição:


Chefe [falando com o Mauro]: Mauro, quero que você coloque uma mensagem natalina na tela inicial do nosso software.

Chefe: Ponha algo que mexa com os corações dos usuários.

[Depois…]

[Mensagem na tela inicial do software]: Quilo do peru = R$ 20,00!

[Usuário tendo ataque cardíaco]


Só não deixe que o “Mauro”, que trabalha com você, fique encarregado disso. Muito menos o “Gérson”.


10. As prioridades mudam


Pelo menos um período do ano em que consertar o ar-condicionado ou o frigobar não é uma tarefa primordial para os especialistas de tecnologia da informação.


Árvore de Natal



Transcrição:


[Suporte ao telefone atendendo usuário]

Voz de Usuário: Deu um curto na nossa rede elétrica e agora nada mais tá ligando.

Voz de Usuário: Você tem que vir pra cá urgentemente!

Suporte: Desculpe, mas não posso. Estou sozinho no setor.

Suporte: Peça para o estagiário trazer o que vocês mais precisam que seja consertado nesse momento.

[Algum tempo depois…]

[Estagiário aparece trazendo uma árvore de Natal]

Estagiário: Mandaram dizer que é pra ontem.


Os “meninos” e “meninas da informática” têm obrigações mais importantes nessa época, como se encarregar da decoração de toda a firma; providenciar a comida da festinha e tudo mais que for preciso. Eles têm tempo de sobra para isso, afinal, passam o dia inteiro no computador.






Post publieditorial.





10 Fatos sobre o Natal do Profissional de TI é um post do blog Vida de Suporte.


Pede pro Papai Noel

Vida de Suporte - Pede pro Papai Noel



Transcrição:


Estagiário: Vou acabar tendo que vender um dos meus rins pra comprar o PC gamer dos meus sonhos.

Suporte: Por que você não pede pro Papai Noel?

Estagiário: Boa ideia!

Cartinha do Estagiário para o Papai Noel: Querido Papai Noel, nesse Natal eu quero um rim novo.

[Papai Noel e Elfo olham espantados]



Mais tirinhas natalinas.





Pede pro Papai Noel é um post do blog Vida de Suporte.


A CULPA É DO COMEDIANTE?

Eu tenho ouvido essa frase há algum tempo, que o humor no Brasil tá uma merda porque os comediantes são uma merda. Os do standup então, afff… tudo uma merda! E isso realmente me preocupou por algum tempo. Já que eu faço parte da classe, o que eu poderia fazer pra mudar este conceito? Bem, fui ler. 


Falam que o standup brasileiro é uma merda e que o standup americano que é o bom. Concordo, em parte. 


O Standup surgiu nos Estados Unidos lá no comecinho dos anos 1900, quando os espetáculos de vaudeville tinham  os Mestres de Cerimônia que se apresentavam entre um show e outro. Eles usavam seus próprios nomes, faziam piadas que eles mesmos escreviam e se apresentavam de cara limpa. Standup.


Bob-Hope_Entertaining-the-Troops_HD_768x432-16x9

Bob Hope, um dos primeiros caras nos EUA a fazerem sucesso no Vaudeville e como Comediante Standup.

Com o surgimento do rádio eles passaram a ser os apresentadores entre um número musical e outro (o rádio era ao vivo), com o surgimento da TV o mesmo aconteceu e assim este modelo de comédia passou a fazer parte da cultura americana desde o final dos anos 50 com o surgimento dos Clubes de Comédia.


No Brasil o Standup só começou a virar parte da cultura a partir de 2003, com o surgimento do Clube da Comédia Em Pé no Rio de Janeiro e dois meses depois o Clube da Comédia Standup em São Paulo. Ou seja, você quer comparar 66 anos de comediantes Standup nos Estados Unidos com 13 anos de comediantes Standup no Brasil?


Ok, então vamos comparar essas plateias também.


comedia-em-pe-frente

Paulo Carvalho, Léo Lins, Fábio Porchat, Claudio Torres, Fernando Caruso – Comédia em Pé em 2009.

Eu estou agora em Nova York passando uns dias num albergue, torcendo pra não roubarem os meus rins, escrevendo meu primeiro livro “Tinha Tudo Pra Dar Certo Se Não Fosse Eu” e esperando o dia 07 de Janeiro para assistir a estreia do novo solo de Standup do Jerry Seinfeld.


Pra aproveitar o passeio eu tenho ido em alguns comedy clubs para ver o que está sendo feito de humor por aqui, para aprender mais. Ontem fui em um bem conhecido, o Carolines on Broadway.


O comediante da noite era o Joe Machi, que eu nunca tinha ouvido falar, mas que segundo o release dele: em 2010 ele ganhou como Melhor Comediante Emergente no New York Underground Comedy Festival, logo depois ganhou como Comediante Mais Engraçado no New York Comedy Festival, participou do Boston Comedy Festival, entrou para a Elite Eight do Carolines on Broadway e ficou entre os finalistas da oitava temporada do programa “Last Comic Standig”, um tipo de Prêmio Multishow daqui.


joe-machi-carolines


Bom, fiquei otimista com o currículo do cara. Imaginei um bom show e foi. Porém, a plateia daqui é outra plateia. Eles reagem nas boas e nas más piadas. Eles entendem que o que o comediante está fazendo… é piada. Eu anotei duas boas piadas pesadas que ele contou. Leia e veja o que você acha delas.


“Falam que a parte mais difícil em se tem um bebê é dar banho em um bebê. A namorada do meu amigo teve um abordo durante o banho e com certeza este foi o pior banho de bebê que alguém já deu.”


Eu faria esta piada? Não. Eu ri dela na hora. Ri. A plateia riu? Não. A plateia APLAUDIU enquanto falava “ooohhhh!!!!” e isso foi mais engraçado que a piada em si. A plateia aqui entende como “cara, parabéns, você foi longe nessa!”.


Por mais que desaprovem a piada, eles sabem que é uma piada e riem. Outra.


“Eu não sei porque tem tanto serial killer homem se é bem mais fácil pra uma mulher convencer o cara a ir pro apartamento dela. Pra mim sempre foi muito difícil conseguir levar uma mulher pra minha casa. Talvez o serial killer homem tenha o seu valor”.


Risadas e aplausos.


Mas não pense que a encheção de saco com os comediantes é só no Brasil. Aqui nos Estados Unidos o próprio Jerry Seinfeld (que é conhecido por nunca usar palavrões em seus textos e nunca fazer piadas ofensivas) já disse que o politicamente correto está acabando com o humor e não à tôa um dos maiores publicitários do Brasil, o Wassington Olivetto também declarou que o politicamente correto matou a liberdade criativa.


Seinfeld também falou sobre o patrulhamento dos gays em relação às piadas e ultimamente a atriz e autora Tina Fey, do Saturday Night Live e do 30 Rock foi acusada de racismo e disse que a partir de agora não vai mais explicar piada e pedir desculpas.


Agora imagina só se eu tivesse que explicar cada piada que eu faço para quem se ofende com elas, nesse mundo onde todo mundo se ofende com tudo. Por exemplo, essa minha piada aqui sobre os fogos de artifício no réveillon:


post-facebook-piada


Primeiro: eu errei a resposta. O certo é 42 e é uma referência ao livro O Guia Do Mochileiro Das Galáxias quando ele fala que 42 é a resposta para a pergunta sobre a vida, o universo e tudo mais.


Segundo: Este símbolo aqui (!) significa ironia. Usem sem moderação.


Fora isso, por algum motivo que eu não sei qual, as pessoas projetam a sua vida em cima de uma piada e quando o comediante faz piada com algum fato que remete a algo da sua vida, você fica mal. Isso não faz sentido!


É claro que eu não vou soltar fogos na casa de ninguém, eu nem compro fogos!


Funciona mais ou menos assim: se tem um assunto em evidência, é claro que eu vou fazer piada com ele. Se todo mundo está de um lado, é claro que eu estarei do outro. O humor é opositor!


Com tanta gente grande (e eu) achando uma merda este patrulhamento e essa censura que só é ruim pra vocês mesmos, que deixam de desfrutar piadas muito além dos limites do comum, vocês ainda acham que a culpa é do comediante?

Gêmeas lindas convidam pessoas nas ruas para sexo a três (legendado)

video-twins-asking-for-3somes-pr-624x351



A situação é tão surreal que é impossível não ficar desconfiado. Se fosse comigo acho que eu aceitaria, mas sabendo que poderia dizer adeus a um dos meus rins. Mas tá valendo. Tenho dois para situações como esta.

Vídeo original do canal Whatever.

O post Gêmeas lindas convidam pessoas nas ruas para sexo a três (legendado) apareceu primeiro em Sedentário & Hiperativo.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores