arrow_back

Resultado da busca por: "no carro da"

A maior loucura a se fazer dentro de um carro


Eu prefiro lidar com o constrangimento de ter fugido da corrida do que ter que esconder o corpo da pessoa que certamente iria a óbito imediato ao SABOREAR o aroma encorpado da minha flatulência.


Sem falar que o peido no carro dá 8 voltas no ar condicionado antes de sair do carro, tempo o suficiente para contaminar dezenas de pessoas.

Senna: 25 anos daquele Grande Prêmio da Europa

Hoje eu tô afim de recordar uma coisa bem legal do passado. E especialmente um assunto que foi muito comentado no mês passado. Dia 11 de abril fez 25 anos que Ayrton Senna mandou aquela vitória incrível no Grande Prêmio da Europa, em 1993, debaixo de chuva: chuva forte, garoa, piso seco, chuva de novo.


cassinos online


Uma corrida que foi decidida, como ele falou mais tarde, naquela primeira volta. Mas veja de novo o vídeo da corrida no youtube, seja com relato do inevitável Galvão, seja com relato dos ingleses, seja no vídeo oficial da Fórmula 1, mas veja e perceba que não foi só a primeira volta; foi a segunda também, em que nosso herói abriu uma vantagem do Prost que parecia que ele estava parado.


Uma aposta de risco


Senna falou também que, pilotando naquelas condições, era preciso criatividade e risco. “Gambling”, foi a palavra que ele usou, que na língua inglesa está muito associada aos jogos de azar e aos cassinos em particular – esses jogos que os brasileiros só acessam em cassinos online porque continuam sendo proibidos por cá, ao contrário de quase todo o planeta.


Aquela primeira volta foi uma jogada de risco, mas Senna sabia o que estava fazendo, confiou, manteve o controle, e acima de tudo sabia que aquela primeira volta – e depois aquelas primeiras voltas voando com pista mais molhada – poderiam valer todo o Grande Prêmio.


Senna fez aquilo de sempre: arriscou e ganhou.


cassinos online


Premonição do outro piloto tupiniquim


Podia ter tido dois brasileiros no pódio, pois o Rubens Barrichello, em apenas sua terceira corrida, seguia em terceiro no carro da nanica Jordan a poucas voltas do fim quando o motor pifou. Apetece quase dizer que isso seria premonição do que seria a carreira dele, sempre faltando algo. Mas tudo bem, ainda tínhamos nosso herói lá para mostrar a bandeira brasileira para todo o mundo.


Quem é que dá alegrias para o povo, agora?


Quer você gostasse ou não de ver carrinhos andando em voltas na pista, Senna era tudo aquilo que o brasileiro queria para seu próprio país: um especialista respeitado e admirado em todo o planeta em uma matéria tecnológica e de “primeiro mundo”.


Não teve Tancredo Neves, mas teve Senna numa época em que queríamos acreditar que o Brasil ia decolar de seu passado. Hoje não tem futebol, não tem Fórmula 1 e quase seria preferível dizer que não tem política, também.


O post Senna: 25 anos daquele Grande Prêmio da Europa apareceu primeiro em Blog Insôônia.

ACONTECEU COMIGO #65


Fala Gi, tudo certo?

Eu já participei do Aconteceu Comigo, lembra da história que a minha sogra flagrou eu e  meu namorado no ato? http://www.insoonia.com/aconteceu-comigo-57/

Pois é, pois é, venho contar mais uma história que envolve a sogrinha maluca que eu tenho.


O fato é recente e com certeza merece destaque no insoonia. hahaha


Fui ao um barzinho com meu namorado, semana passada, e de lá fomos para um motel terminar a noite. No caminho, meu maravilindo namorado, decidiu ligar para a mãe dele e avisar que não iria dormir em casa. Ela falou que também não ia dormir em casa e pediu para ele avisar o irmão.


Até ai tudo bem, meu namorado ligou para o irmão dele pra avisar e lá fomos nós para o motel.


Adivinhem só com quem a gente encontrou na recepção do motel? Simm! Com a minha sogrinha! \o/ Chegamos de carro, bem atrás do carro dela.


Meu namorado ficou perplexo, não sei pq, quando fui ver ele já tinha descido do carro e foi no carro da mãe dele tirar satisfação. Desci do carro e fui atrás assistir a cena (essa eu não podia perder haahaha).


Meu namorado soltou um “MÃÃÃEE, TÁ FAZENDO O QUE AQUI?” e ela, destruidora como sempre, respondeu: “A MESMA COISA QUE VOCÊ, MENINO”. O cara que estava com ela ficou com a mesma cara que eu :|


Pra terminar de foder a bagaceira toda, meu namorado vira e diz: “NEM FODENDO VOCÊ VAI FICAR AQUI, VAMOS EMBORA AGORA, MÃE”… e novamente a sogra destrói a parada: “VAI EMPACAR A FODA DE OUTRA PESSOA, MOLEQUE, PODE IR EMBORA VOCÊ”.


kkkkkkkkkk


Os dois permaneceram discutindo, enquanto eu e o peguete da véia nos segurávamos pra não rir. A recepcionista abriu o portão e nada dos dois carros entrarem. Até chegar outros carros e começar a buzinar. A recepcionista saiu la fora, de saco cheio e pediu para gente se retirar.


Acabamos indo embora, minha sogra ficou pé da vida e acabou cedendo, e fomos todos pra casa. O cara que estava com ela foi embora pra casa dele.


E mais uma vez, a velha atrasou meu lado, mas depois deu dó dela. hauhauah

Bom é isso. Beijos


-Duda

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores