arrow_back

Resultado da busca por: "médico"

OMS teme nova cepa de ministro da Saúde

COVID-17 – Apreensão na Organização Mundial da Saúde. Após ver o presidente Jair Bolsonaro trocar dois médicos por um general da ativa no comando do ministério da Saúde, a OMS teme, agora, que uma cepa muito mais letal de ministro acabe sendo empossada na pasta. As variantes Osmar Terra, Nise Yamaguchi e Ítalo Marsili, que ainda não foram erradicadas do Twitter, estão entre algumas das ameaças cotadas.



“O negócio é o seguinte, senhores: o presidente manda eu me demitir e assumir toda a culpa pelas 275 mil mortes, e eu obedeço, mas tem um carinho”, explicou o general Eduardo Pazuello, oriundo de uma cepa trumpista que vem perdendo força nos Estados Unidos. Pazuello aproveitou para adiantar que a sua demissão vai ocorrer no dia D e na hora H. “Pra que tanta pressa, angústia e ansiedade, senhores?”


A procura não será fácil. Caso não dê posse às cepas defendidas pela ala olavista, o mercado diz que Bolsonaro deve demorar pelo menos mais dois anos para achar um médico que não seja negacionista e que não o tenha chamado de psicopata no passado.






O post OMS teme nova cepa de ministro da Saúde apareceu primeiro em revista piauí.

10 métodos de cura medieval extremamente bizarros

Malária


A malária ainda é um problema mundial e foi lembrada de forma recorrente em 2020 por conta do remédio que combate ela.


Foi inclusive a doença que matou o fisiculturista Nasser El Sonbaty.


Na idade média, acreditava-se que a malária era transmitida através de “ar ruim”, então, os entendidos da época faziam as chamadas “trepanações”.


Se você não sabe o que é uma trepanação, é basicamente furar o crânio da pessoa com um ferro. Isso foi no século XV.


cura medieval



Os 4 humores (Teoria humoral)


Alguns médicos medievais acreditavam que, para se manter saudável, seus 4 humores (sanguíneo, fleumático, colérico e melancólico) precisavam ser equilibrados


A maneira mais popular de fazer isso era sangrar, que era essencialmente abrir alguém e deixá-lo sangrar como um ‘cura.’.



Dormir ou não dormir


A anestesia moderna não surgiu até 1846. Sim, era muita dor.


Durante a época medieval, algo chamado de mistura de Dwale (uma mistura de ervas e álcool) foi usado com frequência.


O único problema com isso era que era muito forte e sem nenhuma maneira de medir com precisão o produto, a taxa de mortalidade era assustadoramente alta.



A temida lepra


A lepra era, infelizmente, bastante comum durante a Idade Média. Como as pessoas não sabiam como lidar com a doença, as vítimas eram quase imediatamente evitadas e tratadas como párias sociais – uma maneira terrível de morrer.


Os danos da doença são evidentes até mesmo nos esqueletos estudados hoje.



Fogo de Santo Antônio


Em 944 D.C., uma doença assustadora conhecida como “Fogo de Santo Antônio” matou quase 40.000 cidadãos da França.


A doença foi causada pela ingestão de grãos de centeio contaminados com fungos, causando envenenamento por ergotamina.


Os sofredores lidavam com gangrena, dores e queimação, feridas, convulsões e até alucinações.



Tuberculose


A tuberculose costumava ser chamada de “O consumo” e era conhecida por fazer as vítimas tossirem sangue.


A suposta cura para essa doença seria ser tocado por uma figura real.



Pus


Os médicos da época, compreensivelmente, não tinham todas as respostas para tudo.


Isso era particularmente verdadeiro em casos que envolviam feridas abertas.


Eles acreditavam que o pus era um bom sinal e fariam o possível para garantir que as feridas “infeccionassem” se já não tivessem pus saindo delas.



Catarata


A ‘cura’ da catarata na época medieval era … ATERRORIZANTE, para dizer o mínimo.


Um médico pedia que você ficasse quieto enquanto ele usa um instrumento afiado para retirar a íris do seu olho. SIM, é isso mesmo.



Isso deve ter doído muito


Um padre irlandês do século VII chamado St. Fiacre supostamente tentou curar suas hemorroidas sentando-se em uma grande pedra.


No entanto, isso não funcionou e, um tempo depois, surgiu a ideia de colocar um ferro quente no ânus de quem tinha hemorroidas para tentar curar.



Convenhamos, a cura medieval era sinistra.


 


 









O post 10 métodos de cura medieval extremamente bizarros apareceu primeiro em O Macho Alpha.

play_circle_filled play

Esse médico do Batoré... não sei não | A Praça é Nossa (11/02/21)

Toda quinta-feira é dia (ou noite, né!?) de A Praça é Nossa. Então, você já sabe que Carlos Alberto de Nóbrega e um time de humoristas da mais alta qualidade chegam com tudo na telinha SBT com a missão de fazer você dar as melhores gargalhadas. Assim como a risada do Cazalbé, que é tão famosa!

# Sobre o programa
A Praça É Nossa surgiu com Manoel de Nóbrega (1913-1976), que, de férias, vislumbrou esse sucesso, que há três décadas, cativa o público brasileiro.
Atualmente apresentado por Carlos Alberto de Nóbrega, o humorístico tem mais de 20 personagens. Entre eles estão o político João Plenário (Saulo Laranjeira), Paulinho Gogó (Maurício Manfrini), Nina e Sangue (Marlei Cevada), Dapena (Zé Américo), Matheus Ceará, Saideira (Giovane Bráz), entre outros.

-

Inscreva-se no canal da A Praça É Nossa: https://www.youtube.com/user/SBTAPracaENossa

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/SBTPraca/

Para mais informações do programa acesse: http://www.sbt.com.br/apracaenossa/

21 ancestralidades inesperadas de alguns artistas famosos

Apesar de parecerem todos americanos, esses artistas todos possuem ancestralidades inesperadas que você muito provavelmente nem fazia ideia.


Chris Hemsworth


Ele nasceu na Austrália. Seu avô materno é um imigrante holandês e sua avó materna é de ascendência irlandesa. Em sua linha paterna, ele é de ascendência inglesa, escocesa e alemã.


ancestralidades inesperadas



Charlize Theron


Ela nasceu na África do Sul em uma família Africâner. A ascendência de sua mãe inclui o alemão, enquanto seu pai é descendente de franceses e holandeses. A propósito, os ancestrais franceses da atriz foram os primeiros colonizadores huguenotes na África do Sul.



Leonardo DiCaprio


O pai de DiCaprio é descendente de italianos e alemães. Sua mãe nasceu em uma família de imigrante alemão e russo. Em uma de suas entrevistas, DiCaprio mencionou que se considera meio russo.



Nicole Kidman


A atriz nasceu no Havaí e recebeu o nome havaiano de “H?k?lani”, que significa “estrela celestial”. Kidman é decente irlandeses e escoceses.



Jessica Alba


A mãe de Jessica tem ascendência dinamarquesa, galesa, alemã, inglesa e francesa, enquanto seus avós paternos eram filhos de imigrantes mexicanos.


Timothée Chalamet


A mãe do ator é de ascendência judia e seu pai é francês, cuja avó era originalmente canadense de ascendência britânica.



Milla Jovovich


Jovovich nasceu em Kiev, na Ucrânia, em uma família de uma atriz russa e um médico sérvio. Seus ancestrais maternos eram da cidade russa de Tula de Allenda.



Shakira


O pai de Shakira tem ascendência árabe e libanesa, enquanto sua mãe é descendente de espanhóis e italianos.



Zendaya


O pai de Zendaya é afro-americano, com raízes no Arkansas, enquanto sua mãe tem ascendência alemã e escocesa.



Scarlett Johansson


O pai de Scarlett é originalmente de Copenhage, Dinamarca. Seu avô paterno era sueco. A mãe de Scarlett vem de uma família judia Asquenaze da Polônia e Rússia.



Salma Hayek


O pai de Salma é um mexicano com descendência libanesa. Sua mãe, Diana Jiménez Medina, é cantora de ópera e mexicana de ascendência espanhola. Hayek se descreve como 50% libanesa e 50% espanhola.



Keanu Reeves


O ator nasceu no Líbano. Sua mãe é inglesa, originária de Éssex. Seu pai é havaiano e descendente de nativos havaianos, chineses, ingleses, irlandeses e portugueses.



Uma Thurman


Uma nasceu em Boston e veio de uma família de uma modelo americana e um pai sueco de ascendência alemã.



Christina Aguilera


O pai da cantora nasceu no Equador, e sua mãe tem ascendência alemã, irlandesa, galesa e holandesa.



Jason Momoa


Jason Momoa nasceu no Havaí. Seu pai é de ascendência havaiana e sua mãe é descendente de alemães, irlandeses e nativos americanos.



Angelina Jolie


Do lado do pai, Jolie é descendente de alemães e eslovacos, e do lado da mãe, ela é principalmente de ascendência franco-canadense, holandesa e alemã.



Ryan Gosling


A ascendência do ator inclui genes franco-canadenses, alemães, ingleses, escoceses e irlandeses.



Eva Green


O pai de Eva é descendente de bretões e suecos. Sua mãe, natural da Argélia, mudou-se mais tarde para a França.



Naomi Campbell


Campbell é descendente de afro-jamaicanos, bem como de ascendência sino-jamaicana através de sua avó paterna, cujo sobrenome era Ming.



Cameron Diaz


A família de seu pai é cubana, enquanto sua mãe tem ascendência predominantemente inglesa e alemã.



Mariah Carey


O pai da cantora é de linhagem afro-americana e afro-venezuelana, sua mãe é descendente de irlandeses.



O post 21 ancestralidades inesperadas de alguns artistas famosos apareceu primeiro em O Macho Alpha.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores