arrow_back

Resultado da busca por: "joesley"

Michelzinho vai dar aula de comportamento a Carlos Bolsonaro

JARDIM DE INFÂNCIA – “Isso não seria necessário se o moleque tivesse me passado a senha do Twitter”, explicou o presidente Jair Bolsonaro, após uma abstinência de três dias das redes provocada por desavenças com o filho Carlos.”Como eu já tinha deixado ele sem Playstation, sem youtube do Olavo e sem escolinha de tiro, só me restou tomar uma medida drástica. É duro para um pai fazer isso, mas toda criança, mesmo as de 36 anos, precisa de exemplos e limites.”


Bolsonaro se referia à contratação de Michelzinho, filho do ex-presidente Michel Temer, para dar aulas de etiqueta para herdeiros a Carlos. “O Michelzinho atravessou momentos muito duros em Brasília”, continuou. “Ele viu o Temer ser traído pelo Joesley, ser perseguido pelo Janot e ser criticado pelo Merval . E mesmo diante de tudo isso, não publicou um único tuíte contra o vice – até porque o Temer já era o vice.”


Pelo contrato, Michelzinho vai encontrar Carlos duas vezes por semana, para dar as aulas de controle emocional, comunicação não agressiva e administração imobiliária, visto que acumulou um patrimônio de R$2 milhões em imóveis aos 7 anos de idade. “Chupa, Bettina!”, comentou Carlos Bolsonaro em sua conta do Twitter após se gabar das qualidades do novo coleguinha. A mensagem foi apagada depois de alguns minutos, e substituída por um post de apoio ao vice. “O Vasco, não o Mourão, kkkkkk”, escreveu Carluxo.

O post Michelzinho vai dar aula de comportamento a Carlos Bolsonaro apareceu primeiro em revista piauí.

Acelerador de partículas terá desafio quântico de aumentar popularidade de Temer

QUARTA DIMENSÃO – “Bóson de Higgs é para os fracos!” A frase foi dita pelo ministro da Ciência de Michel Temer (e ex-vice prefeito de José Serra, ex-ministro das Cidades de Dilma Rousseff, e futuro secretário da Casa Civil de João Doria), o PhD em relatividade partidária Gilberto Kassab. “Aqui nós faremos algo extremamente ousado, algo que vai romper a barreira da luz, do som e do gravadorzinho do Joesley Batista, e que vai colocar o Brasil no topo da física quântica.”


Kassab se referia ao primeiro projeto a ser testado no Sirius, o acelerador de partículas de última geração inaugurado hoje em Campinas. “A ideia é pegar a popularidade do nosso presidente Michel Temer, colocá-la dentro do túnel, e usar o magnetismo para acelerá-la a cem vezes a velocidade da privatização da Eletrobras.” Kassab explicou que, dessa forma, os físicos têm a esperança de fazer a popularidade de Temer atingir a casa dos dois dígitos. “É difícil? É. É impossível? Talvez. Mas a física diz que o quadrado da popularidade do presidente é igual à soma dos quadrados do veto ao aumento salarial dos ministros do STF. Há chances.”


Temer mostrou-se confiante com a empreitada: “É evidente a pujança do meu mandato nesta reta final. Se quisesse acelerar minha popularidade naturalmente, acelera-la-ia, porém a ciência evoluiu, portanto usemo-la”. O presidente aproveitou a coletiva de imprensa para esclarecer como anda o imbróglio político-científico com o governador eleito de São Paulo, João Doria, que ameaçou processá-lo pelo uso da hashtag #AceleraTemer. “Foi tudo um mal entendido. O João acalmou quando eu prometi usar o Sirius para acelerar o tempo até a próxima eleição presidencial.”


O post Acelerador de partículas terá desafio quântico de aumentar popularidade de Temer apareceu primeiro em revista piauí.

Em liberdade, Wesley e Joesley fazem churrasco em aniversário de um ano da delação da JBS

As delações premiadas de executivos da JBS foram tornadas públicas em 17 de maio de 2017, já exatamente um ano. Elas deflagraram a mais grave crise do mandato de Michel Temer e atingiram também o senador tucano Aécio Neves. Apesar de terem passado de cinco a seis meses na cadeia, os irmãos Wesley e Joesley Batista estão hoje em liberdade.


Para comemorar o fato de estarem livres após cometerem crimes, graças a delação, os irmãos Batista organizam hoje um churrasco com carnes exclusivas da Friboi.


“Temos que comemorar e agradecer a existência dessas delações. E sobre o churrasco, já aviso que nem pão de alho tem, é só carne Friboi”, disse Joesley.


Questionado se está gostando da nova vida, Joesley ironizou: “Tem que manter isso aí, viu”.



Ocupacão irregular de prédio em Brasília por Temer traz risco para o país

A Polícia Federal vem investigando as condições da ocupação do Palácio do Planalto, em Brasília, por centenas de pessoas ligadas ao presidente Temer – e o próprio. Segundo a PF, os atuais moradores, como assessores e ministros, pagam contribuições ilegais para continuar circulando pelos corredores.


Quem teve acesso ao prédio diz que o ambiente é fétido e infestado por ratos.


Muitos juristas consideram a ocupação, feita 2016, irregular. O prédio já balançou duas vezes desde que Temer o ocupou, mas gambiarras foram feitas para que ele continuasse funcionando. Uma delas, após Joesley Batista usar um gravador, custou bilhões de reais em emendas para deputados.


O risco de que o Palácio pegue fogo e caia de uma vez é o maior medo de especialistas que conhecem os detalhes das negociatas no Porto de Santos. “Ainda há tempo de termos um desabamento até a reintegração de posse em dezembro. Aí os socorristas militares serão os primeiros a chegar e pegar o rescaldo”, diz um especialista.



MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores