arrow_back

Resultado da busca por: "felipe melo"

Felipe Melo é o novo ministro do Meio Ambiente

ALVORADÃO – “Ele entende de gramado, é bicho solto e fez um grande trabalho pelo verdão. Tá qualificado então, tá ok?” A declaração foi dada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro, hoje pela manhã, em coletiva de WhatsApp que serviu para anunciar o jogador Felipe Melo como nome à frente do Ministério do Meio Ambiente. “A gente sabe que na política é necessário dar umas caneladas, uns carrinhos por trás, ou umas voadoras no joelho alheio. E desses assuntos o Felipe Melo entende.” Bolsonaro aproveitou o evento para elogiar o patriotismo do jogador: “O Felipe sempre entendeu que as esquerdas eram uma ameaça. Tanto que deu aquele pisão no jogador da Holanda, na Copa de 2010, pra evitar que o cara continuasse chutando com a canhota.”


A notícia da nomeação pegou de surpresa os aliados de Bolsonaro que torciam pelo fim do ministério. “Essa seria a extinção das extinções. Sem Ministério do Meio Ambiente não ia ter mais floresta, sem floresta não ia ter mais trabalho pra ambientalista, e sem ambientalista não ia ter mais lei pra proteger bicho e bicha”, comentou um integrante da equipe de transição especializado na leitura hetero-procto-ambiental da obra de Olavo de Carvalho.


“Eu saio dos campos pra entrar pra História”, declarou Felipe Melo, avisando que pretende usar as técnicas de diplomacia aprendidas com os treinadores Dunga e Felipão Scolari para lidar com a oposição em Brasília. O anúncio da sua saída do futebol foi comemorada por 500 mil jogadores Brasil afora.


O post Felipe Melo é o novo ministro do Meio Ambiente apareceu primeiro em revista piauí.

Com final da Copa, comentaristas esportivos vão para a TV Senado

PLENARIÃO – A seleção de Tite se despediu da Copa, mas para os 87.983 comentaristas de mesa redonda do SporTV, da Fox Sports, da ESPN, da Band Sports e do Polishop, a carreira televisiva continua a todo vapor. A Associação dos Pais e Tios que Comentam Futebol no Churrasco e na Televisão firmou um convênio, nesta sexta-feira, para que seus associados continuem marcando presença nas transmissões nacionais. Os profissionais serão responsáveis pela cobertura do jogo político em Brasília, onde o embate é mais pesado do que um jogo entre os amigos do Felipe Melo e do Junior Baiano.


“Nós entendemos que o clima de Fla-Flu na política veio para ficar, por isso batalhamos por uma adequação. O brasileiro já usou a camisa da CBF para protestar, então por que não ver o Vampeta comentando a política partidária?”, perguntou Elsinho Mouco, marqueteiro e líder de torcida do governo Temer. “Estamos trabalhando também para trazer o Canarinho Pistola para a Comissão de Ética.”


Pelo acordo, Merval Pereira, Paulo Henrique Amorim, Boris Casoy e Gerson Camarotti serão substituídos por Petkovic, Seedorf, Grafite e Muricy Ramalho. “O trabalho é o mesmo”, explicou Murucy. “Jogada pelas costas, entrada desleal, recurso no VAR. A gente só precisa abrir mão do conceito de fair play, que não existe em Brasília.” O comentarista Caio Ribeiro não foi incluído na lista, porque um exame de DNA provou que ele já é o apresentador Dony de Nuccio.


O post Com final da Copa, comentaristas esportivos vão para a TV Senado apareceu primeiro em revista piauí.

Canarinho Pistola é o novo apresentador do Roda Viva

QUINTA SÉRIE C – “A ideia é ter uma bancada cada vez mais identificada com o povo brasileiro”, disse Marcos Mendonça, presidente da Fundação Padre Anchieta, que administra a TV Cultura. “Também estamos cogitando a ideia de convidar o Xaropinho, o Louro José e a Priscilla da TV Colosso. Só fico com receio de eles serem intelectualizados demais.”


A frase foi dita durante a coletiva de imprensa em que Mendonça anunciou o Canarinho Pistola como novo apresentador do Roda Viva. A troca no programa de entrevistas da TV Cultura ocorreu após a edição de ontem, em que a presidenciável Manuela D’Ávila, do PCdoB, foi entrevistada por um coordenador da campanha de Jair Bolsonaro.


“Essa coisa de gente preparada fazendo pergunta não tá com nada”, explicou Mendonça. “Que jornalista ia perguntar se comunista ainda come criancinha? Que ia relacionar o PC do B ao regime nazista? Que ia inquirir 20 vezes se a entrevistada era a favor da castração química, apesar de ela nunca ter dito que era?” Mendonça acrescentou que o novo perfil do programa vai resultar em cortes de custos. “Quem precisa de página na internet e pergunta de internautas quando já tem um feed de notícias ambulante na bancada?”


Além do Canarinho Pistola, a bancada no novo Roda Viva deve contar com o pensador Alexandre Frota, a jornalista Joyce Hasselman, a deputada Cristiane Brasil, o jogador Felipe Melo, o cantor Lucas Lucco e o empresário Neymar Pai. Os desenhos de Paulo Caruso serão substituídos por Power Points do promotor Deltan Dallagnol.


O post Canarinho Pistola é o novo apresentador do Roda Viva apareceu primeiro em revista piauí.

Deputados anexam seleção da Argentina ao PL do veneno

AGROTÓVSXKY – “Quando a vida te dá um limão orgânico, faça uma limonada com agrotóxicos.” Foi com essa frase que o agropublicitário Nizan Guanaes abriu a coletiva de imprensa em que anunciou mudanças no projeto de lei 6299 – o PL do Veneno -, que tem sido debatido, na Câmara, para facilitar a aprovação de novos agrotóxicos.


“Agrotóxico é uma palavra ruim, demodé, que não combina com os nossos campos idílicos de soja”, explicou Guanaes, recém-contratado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil para tentar amainar a imagem ruim associada ao agrotóxico. “A partir de agora, o produto será chamado de Caballero, que além de uma palavra chique, é um pesticida muito bom com frangos. Vamos trocar também o nome do veneno usado para controlar as plantações de milho. Estamos patenteando a marca ‘Messix’, pois é garantia de pipoca”, afirmou o sorridente publicitário.


Com a chegada de Guanaes, o clima de rivalidade se acentuou nos corredores do poder em Brasília. Fontes indicam que Elsinho Mouco, do time de marqueteiros do Planalto, estaria sentindo a pressão, temendo até perder o troféu “Ego de Ouro” de marqueteiro mais odiado do país. A contra-ofensiva de Mouco já foi iniciada. Ele deve contratar David Luiz, Felipe Melo, Dunga e Felipão Scolari para fazer a propaganda do governo federal. “Isso sim é tóxico.”

O post Deputados anexam seleção da Argentina ao PL do veneno apareceu primeiro em revista piauí.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores