arrow_back

Resultado da busca por: "era um cara"

Pra Que Isso?

Pra Que Isso?

Nunca conheci o Edu pessoalmente, mas sempre achei que ele era um cara legal, achei muito babaca da parte dele marcar a Nintendo na parada

16 fatos sobre o KFC, famosa rede de fast food mundial

Alguns fatos sobre o KFC parecem até ter sido tirados de histórias de contos de fadas, mas eles são até mais surpreendentes na vida real.


16 . Coronel Sanders existiu?


A resposta simples é sim! Harland David Sanders nasceu em setembro de 1890 em Henryville, Indiana, nos Estados Unidos.


Mas como exibido no gif abaixo, interpretado por Norm Macdonald, muitas pessoas “foram” o Coronel Sanders caricato.


fatos sobre o KFC



15 . Qualquer um pode interpretar o Coronel Sanders?


Assim como Ronald Mcdonald, o Coronel Sanders se tornou um personagem da empresa que criou.


O verdadeiro coronel Harland Sander foi o primeiro personagem público do KFC, mas Jim Gaffigan, Billy Zane, Rob Lowe, Ray Liotta, Jason Alexander, Sean Astin e o astro da WWE, Dolph Ziggler, já colocaram o cabelo branco, óculos e cavanhaque diferenciado. Reba McEntire foi a primeira mulher a interpretar o Coronel Sanders e Mario Lopez estrelou um mini filme sobre Sanders.



14 . Frango frito nem sempre foi sua especialidade


Em 1930, Sanders era dono de um posto de gasolina em Corbin, Ketucky, nos Estados Unidos. Ele servia refeições a caminhoneiros em uma velha mesa da sala de jantar da sua família. Jantares de presunto e bife eram os favoritos, mas frango frito não estava no menu, pois demorava muito para fazer.



13 . Sander’s Café


Sanders abriu um café do outro lado da rua de seu posto de gasolina e começou a servir frango frito lá. Neste local, em 1939, Sanders usou panelas de pressão para aperfeiçoar uma receita de frango com sua mistura secreta de 11 ervas e especiarias.



12 . Rivalidade com tintas


Alguns fatos sobre o KFC são bem violentos.


Harland Sanders era um cara muito estressado e não tinha medo de lutar. Um rival de posto de gasolina local chamado Matt Stewart ficou bravo porque Sanders pintou anúncios em quase todos os celeiros em quilômetros de distância na cidade. Quando Sanders descobriu que Stewart estava apagando um de seus banneres pela segunda vez, Sanders foi confrontá-lo.



11 . Os fatos sobre o KFC nem sempre são tão tranquilos, ele já atirou num rival


Com dois executivos da Shell a reboque, Sanders foi atrás de Matt Stewart enquanto ele estava pintando uma das placas do Coronel.


Stewart largou o pincel, sacou uma arma e matou o gerente distrital da Shell, Robert Gibson. O coronel respondeu, acertando Stewart no ombro. Ambos os homens foram presos. Stewart foi acusado de assassinato e sentenciado a 18 anos de prisão. Todas as acusações contra Sanders foram retiradas.



10 . Ele era mesmo um coronel?


Sanders serviu no exército, mas seu título de coronel era honorário.


Para se alistar no Exército, Sanders falsificou sua data de nascimento. Em 1935, o governador do Kentucky, Ruby Laffoon, fez de Sanders um coronel honorário.


Em 1949, após uma segunda comissão honorária de seu amigo governador do Kentucky, Lawrence Wetherby, Sanders abraçou o título.



09 . Por que ele usa tanto branco?


O coronel Sanders mudou sua aparência para tentar parecer um coronel. Ele deixou sua barba crescer e usava uma sobrecasaca preta com uma gravata de barbante. Mais tarde, ele mudou para um terno branco para ajudar a esconder manchas de farinha e descoloriu seu cavanhaque para combinar com seu cabelo branco.



08 . Um homem com problemas com a lei


O coronel Sanders era advogado, fazia partos e até operava uma balsa de barco a vapor que cruzava o rio Ohio entre Kentucky e Indiana. Sua carreira de advogado ruiu depois que ele entrou em uma briga no tribunal com um cliente.



07 . Trabalhando até o osso de galinha


Aos 65 anos, Sanders estava sobrevivendo principalmente de um valor mensal de $105 da Previdência Social. Foi quando ele incorporou a Kentucky Fried Chicken e começou a rodar pelo país cadastrando novos franqueados.



06 . UFC


O K da sigla KFC é de “Kentucky” e a primeira franquia do Kentucky Fried Chicken foi, na verdade, em Utah. A localização é em Salt Lake City, operada pelo amigo do coronel Pete Harman, foi lá que os frangos no balde dele começaram.



05 . Padrão de qualidade altíssimo


O coronel Sanders estava longe de ser um cavalheiro. Ele era conhecido por ser rabugento, apesar de dizer que não, especialmente se ele sentisse que a qualidade da comida servida pelos franqueados não estava de acordo com seus padrões.



04 . O terror dos compradores


Em 1964, Sanders vendeu o Kentucky Fried Chicken, tendo sido posteriormente vendida a uma empresa de alimentos chamada Heublein em 1971.


O Coronel Sanders permaneceu como o rosto da empresa, mas logo percebeu que a qualidade do KFC estava diminuindo. Foi então que ele os processou por US$122 milhões e fez planos para abrir uma nova rede de restaurantes.



03 . Um acordo milionário digno de um ótimo advogado


Um acordo extrajudicial foi alcançado no processo de Sanders. Em troca de concordar em parar de falar mal da comida no KFC, o coronel Sanders recebeu US$ 1 milhão. Ele também teve permissão para abrir um restaurante (Claudia Sanders Dinner House) e foi oferecida a oportunidade de dar aulas de culinária para executivos da Heublein.



02 . O tal do pé frio


Alguns fatos sobre o KFC são bastante curiosos.


Para comemorar o campeonato de 1985, os fãs do time de beisebol Hanshin Tigers jogaram uma estátua do Coronel Sanders em um rio de Osaka. Chamada de “Maldição do Coronel“, a equipe entrou em uma seca que os faz não ganhar campeonatos até hoje.



01 . Os torcedores acreditam no fim da maldição


A estátua do Coronel foi resgatada no rio D?tonbori em 10 de março de 2009. A estátua foi recuperada sem seus óculos e a mão esquerda, que foram substituídos por óculos e mãos novos. Alguns torcedores acreditam que a única maneira de acabar com a maldição é devolvendo ao Coronel suas peças originais.



O post 16 fatos sobre o KFC, famosa rede de fast food mundial apareceu primeiro em O Macho Alpha.

Saiba quem foi Frank “Rocky” Fiegel, o verdadeiro Marinheiro Popeye

Frank “Rocky” Fiegel é o nome do verdadeiro Marinheiro Popeye, um dos desenhos mais icônicos da história mundial e ídolo das crianças.


Frank nasceu no ano de 1868 e era, obviamente, marinheiro.


Após pedir a sua aposentadoria, Frank foi contratado pela taverna Wiebusch’s, na cidade de Chester, Illinois. Seu ofício lá era limpar e manter o asseio do local.


Frank “Rocky” Fiegel


Entre uma limpeza e outra, ele fumava o seu cachimbo, falando com a boca torta por precisar segurar o artefato com os lábios.


Aparentemente o Popeye da vida real não era lá um cara muito tranquilo e gostava muito de brigas, então, era comum ouvir histórias dele arranjando alguma confusão por aí.


Apesar da agressividade contra adultos, ele fazia muito sucesso com as crianças e era muito amigável com elas, contando histórias fantasiosas e se gabando de proezas físicas que provavelmente não tinha feito, mas que eram muito divertidas.


Frank “Rocky” Fiegel e o “Pop-eye” (olho estourado)


Como visto acima, o Popeye da vida real era um cara muito encrenqueiro e isso teve consequências pra ele.


Frank tinha um dos olhos estourado e, por este motivo, era conhecido como “Pop-eye”, “olho estourado” em inglês.


Elzie Crisler Segar, nascido em Chester no ano de 1894, era um dos jovens que ouvia as histórias de Frank e, anos depois, mais precisamente em 17 de janeiro de 1929, lançou a primeira tirinha do Marinheiro Popeye no jornal Thimble Theatre.


Olívia Palito também teve inspiração na vida real


Olive Oyl, algo como “Azeite de Oliva” em inglês, mas traduzido para Olívia Palito em português, também existiu.



Seu nome era Dora Paskel e ela era dona de um armazém em Chester. Assim como a personagem do desenho, Dora era alta, bem magra, usava sapatos de botões que eram famosos na época e ostentava um coque na cabeça.




Popeye é um exemplo muito grande de virilidade e isso foi usado por inúmeras mães para fazer seus filhos consumirem hortaliças e vegetais, especialmente o famoso espinafre.


O sucesso do marinheiro foi tão estrondoso nos Estados Unidos que fez a venda do espinafre aumentar em 30%.


Elzie Crisler Segar também foi um homem viril e honrado até o fim dos dias de Frank “Rocky” Fiegel, auxiliando-o financeiramente até a sua morte por ter sido inspiração para o personagem.


O post Saiba quem foi Frank “Rocky” Fiegel, o verdadeiro Marinheiro Popeye apareceu primeiro em O Macho Alpha.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores