arrow_back

Resultado da busca por: "eduardo cunha"

Após sentir falta de Temer, brasileiro fica saudoso de Eduardo Cunha

COMPLEXO DE ESTOCOLMO – Após passar dois anos bradando “Volta, Temer!”, o brasileiro acordou atordoado diante da triste realidade de que também sentirá falta de Eduardo Cunha. A saudade – essa palavra bem brasileira, assim como o MDB – passou a bater forte no coração hoje pela manhã, depois que o novo presidente da Câmara, Arthur Lira, nomeou a deputada Bia Kicis para a CCJ e ameaçou colocar a pastora Floredelis, ré pela morte do marido, à frente da Secretaria da Mulher.



A saudade de Eduardo Cunha fez com que o MPF criasse uma força-tarefa de psicólogos em Curitiba, suprindo assim o vácuo deixado pela dissolução da força-tarefa curitibana da Lava Jato. “Nossa missão será desmontar o mecanismo que leva às cinco fases do luto, de forma que o brasileiro possa sentir repulsa do Arthur Lira sem precisar ter saudades do Cunha”, disse via apresentação de Powerpoint o terapeuta jurídico Lacan Dallagnol, estudioso do Complexo de Moro.


Cientistas comportamentais temem que essa nova mutação possa desencadear uma sequência desastrosa de eventos. Depois de Cunha e Temer viria a nostalgia da Era Sarney e dos anos Collor, seguida por lembranças boas de shows do Biquini Cavadão e assim infinitamente, até chegar à época de temperaturas amenas do Big Bang, o evento que marca a origem do universo. “Embora haja muita gente no Brasil que acredite que o universo tenha começado na ditadura”, comentou o procurador Lacan.


O post Após sentir falta de Temer, brasileiro fica saudoso de Eduardo Cunha apareceu primeiro em revista piauí.

Bonecos do Sul são razão por que Brasil não tem neve, diz Deus

Deus convocou uma coletiva de imprensa na manhã de hoje para, segundo Ele, responder “pela milésima vez” por que a neve é um fenômeno tão raro em território brasileiro.


A onda de frio de 2020 faz o país bater recordes de temperaturas negativas.


Um pouco atrasado, Deus falou rapidamente e não abriu espaço para perguntas da imprensa, que esperava questioná-lo se os deputados Eduardo Cunha e Marco Feliciano são mesmo representantes dEle na Terra.


“Pessoal, vou falar rápido porque tenho duas enchentes na Geórgia e cinco guerras civis na África para ver hoje”, disse Ele.


“Em Urupema, na serra catarinense, eu coloquei menos seis graus ontem, com sensação de 20 negativos. Por que não cai neve? Toda vez que eu amoleço e faço cair alguma coisa o pessoal faz aqueles bonecos horrorosos. Aí circula na imprensa e pega mal para vocês, pega mal para Mim”, disse o Criador.



Integrantes do MBL são presos por lavagem de dinheiro e dizem que culpa é do PT

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na manhã de hoje dois integrantes do MBL por suspeita de lavagem de dinheiro na ordem de R$ 400 milhões.


Kim Karaguiri, Fernando Holiday e sua turma, que sempre se gabaram de lutar contra a corrupção durante o impeachment de Dilma mas se aliaram a Michel Temer, Eduardo Cunha, Romero Jucá, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco e — finalmente — Jair Bolsonaro, sua família e suas relações curiosas com os milicianos que, de acordo com as investigações, executaram a vereadora Marielle Franco, disseram que não têm nada a ver com isso.


Antes de ser preso, um integrante do MBL quis tirar uma foto com um dos policiais que o prendia para colocar nas redes sociais.


Um membro explicou que as prisões aconteceram porque eles sempre disseram que eram contra a corrupção do PT. Infelizmente, o PT não fez muita coisa para acabar com esse argumento.



OMS diz que celulares da Lava Jato são 10 vezes mais sujos que banheiro público

As novas mensagens dos grupos de Telegram da Lava Jato publicadas na revista Veja de hoje mostram um nível de promiscuidade inacreditável entre o juiz Sérgio Moro e os procuradores. Moro chega a dizer que é contra a delação de Eduardo Cunha – que ameaçava o governo Temer – e Dallagnol festeja que “aha uhu o Fachin é nosso”.


Especialistas da Organização Mundial de Saúde disseram que os celulares da turma da Lava Jato são um risco à saúde pública muito maior que as bactérias, vírus e fungos de um banheiro público.


“Pelo menos o banheiro público é aberto a quem quiser ver. Eles agiam nas sombras e planejavam infectar a democracia e o devido processo legal”, disse o especialista.


Sobrou até para o apresentador Faustão, que foi pego no Arquivo Confidencial e criticou o quadro Showzinho da Defesa.



Fãs esgotam ingressos para o reencontro da dupla Temer-Cunha

AS QUATRO DELAÇÕES – Hits como “Que Deus tenha misericórdia dessa nação”, “Verba volant, scripta manent” e o inesquecível “Tem que manter isso aí” – que ficou meses em primeiro lugar nas paradas do Jornal Nacional – vão mais uma vez embalar a juventude fisiológica brasileira. A notícia do reencontro de uma das duplas de maior sucesso da política nacional se espalhou rapidamente pelas redes sociais e monopolizou o noticiário do país. Em apenas 15 minutos todos os ingressos para o primeiro show de Temer & Cunha na PF foram vendidos. A procura por sucessos antigos foi tanta que o site de partituras Cifras Milionárias Clube saiu do ar.


A dupla do MDB, que conquistou corações e impeachments em Brasília, havia tido a trajetória interrompida depois que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha seguiu carreira solo na Carceragem da Polícia Federal de Curitiba, pouco mais de dois anos atrás. O reencontro, embora esperado, pegou de surpresa fãs e advogados, que ansiavam por um show aos moldes dos Beatles, no teto do Congresso Nacional.


O show de Temer e Cunha, batizado de “Live at Papuda”, contará com efeitos sonoros criados a partir das gravações feitas pela PF em escutas telefônicas. A expectativa é de que a apresentação vire um disco e uma delação premiada, e acabe dando origem a À turnê “Temer & Cunha: The Tornozeleira Tour”.


O post Fãs esgotam ingressos para o reencontro da dupla Temer-Cunha apareceu primeiro em revista piauí.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores