arrow_back

Resultado da busca por: "dos clientes é"

Churn

Churn - Vida de Suporte



Transcrição:


Chefe: Vou te dar duas missões.

Chefe: Uma delas é encontrar meios de reduzir a nossa taxa de churn.

Suporte: Tá. Mas o que diabos é churn?!

Chefe: Descobrir isso é a sua outra missão.





Talvez você esteja imaginando que esse tal de churn é uma doença. Bom, é mais ou menos isso mesmo.



“O ‘Churn Rate’ ou taxa de Churn, mais conhecido como desistência de um serviço, é um fenômeno que já atormentava os varejistas das lojas físicas.


Mas agora assombra empreendedores e startups que envolvam algum tipo de recorrência, de assinatura online, como as plataformas de SaaS (Software as a Service).


A taxa de Churn, de certo modo, não deixa de ser uma métrica relacionada com a saúde do negócio, com o seu sucesso.


Pois, conta qual a taxa de cancelamento ou abandono registrada em sua base de clientes.


Isso acontece pois ela apresenta um impacto direto no faturamento, especialmente em serviços recorrentes, como por assinatura, por exemplo.


Certamente quando o Churn ou o cancelamento finalmente acontece, praticamente não há mais nada a ser feito em um primeiro momento.


A taxa de Churn inegavelmente é apenas o sintoma de uma doença dentro da sua empresa.


Basta você fazer o diagnóstico certo para entender o quê exatamente está fazendo seus clientes irem embora e como você pode virar esse jogo a seu favor mantendo uma base de clientes satisfeitos e fidelizados.”


(Trecho de artigo publicado no Blog Ideias de Help Desk, do Milldesk).


Existem diversas maneiras para reduzir a taxa de churn. E, claro, utilizar ferramentas que proporcionem a satisfação dos clientes é deveras importante.


O Milldesk é uma solução para gestão de atendimento técnico focada no Sucesso do Cliente (ou Customer Success, se preferir); aderente às melhores práticas de ITIL; que conta com várias integrações (inclusive com WhatsApp) e é utilizado por empresas não só do Brasil, mas também da America Latina.


Conheça mais o Milldesk através de uma demonstração ou teste de graça.






Post publieditorial.





Churn é um post do blog Vida de Suporte.


Churn

Churn - Vida de Suporte



Transcrição:


Estagiário: Hoje no almoço comi escondidinho de carne.

Suporte: Estava bom?

Estagiário: Ah sim! Estava muito bem feito.

Estagiário: Não consegui encontrar nem um fiapo de carne sequer.





Talvez você esteja imaginando que esse tal de churn é uma doença. Bom, é mais ou menos isso mesmo.



“O ‘Churn Rate’ ou taxa de Churn, mais conhecido como desistência de um serviço, é um fenômeno que já atormentava os varejistas das lojas físicas.


Mas agora assombra empreendedores e startups que envolvam algum tipo de recorrência, de assinatura online, como as plataformas de SaaS (Software as a Service).


A taxa de Churn, de certo modo, não deixa de ser uma métrica relacionada com a saúde do negócio, com o seu sucesso.


Pois, conta qual a taxa de cancelamento ou abandono registrada em sua base de clientes.


Isso acontece pois ela apresenta um impacto direto no faturamento, especialmente em serviços recorrentes, como por assinatura, por exemplo.


Certamente quando o Churn ou o cancelamento finalmente acontece, praticamente não há mais nada a ser feito em um primeiro momento.


A taxa de Churn inegavelmente é apenas o sintoma de uma doença dentro da sua empresa.


Basta você fazer o diagnóstico certo para entender o quê exatamente está fazendo seus clientes irem embora e como você pode virar esse jogo a seu favor mantendo uma base de clientes satisfeitos e fidelizados.”


(Trecho de artigo publicado no Blog Ideias de Help Desk, do Milldesk).


Existem diversas maneiras para reduzir a taxa de churn. E, claro, utilizar ferramentas que proporcionem a satisfação dos clientes é deveras importante.


O Milldesk é uma solução para gestão de atendimento técnico focada no Sucesso do Cliente (ou Customer Success, se preferir); aderente às melhores práticas de ITIL; que conta com várias integrações (inclusive com WhatsApp) e é utilizado por empresas não só do Brasil, mas também da America Latina.


Conheça mais o Milldesk através de uma demonstração ou teste de graça.






Post publieditorial.





Churn é um post do blog Vida de Suporte.


Equipe de Suporte

Equipe de Suporte - Vida de Suporte



Transcrição:


Alex: Se eu não resolver rápido esses chamados e ir logo encontrar minha namorada no cinema ela vai ficar uma fera.

Alex: Aí vou ter que assistir o filme sozinho.

Suporte: Liga para o suporte do Milldesk, talvez possam te ajudar.

Alex: Boa ideia!

Voz de Suporte do Milldesk: Milldesk, em que posso ajudar?

Alex: Que tal um cineminha hoje?





Com o Milldesk você não está só. Tenha o apoio de uma grande equipe de suporte e de um experiente time comercial sempre que você precisar.


O Milldesk também coloca à sua disposição especialistas em Sucesso do Cliente para te ajudar a sempre oferecer uma ótima experiencia aos seus clientes. E de satisfação dos clientes eles entendem – são mais de 230 mil usuários utilizando o Milldesk em mais de 10 países!


Organize seu help desk e service desk com o Milldesk.






Post publieditorial.





Equipe de Suporte é um post do blog Vida de Suporte.


Equipe de Suporte

Equipe de Suporte - Vida de Suporte



Transcrição:


Suporte [falando com Colega que segura um hambúrguer]: Comendo fast-food novamente? Você não sabe que esse tipo de alimentação não é saudável?

Colega: Mas eu tirei a salada do hambúrguer.

Suporte [saindo]: Ah bom! Pode continuar então.





Com o Milldesk você não está só. Tenha o apoio de uma grande equipe de suporte e de um experiente time comercial sempre que você precisar.


O Milldesk também coloca à sua disposição especialistas em Sucesso do Cliente para te ajudar a sempre oferecer uma ótima experiencia aos seus clientes. E de satisfação dos clientes eles entendem – são mais de 230 mil usuários utilizando o Milldesk em mais de 10 países!


Organize seu help desk e service desk com o Milldesk.






Post publieditorial.





Equipe de Suporte é um post do blog Vida de Suporte.


Garçons conseguem liminar na Justiça para não fotografar clientes

garçonbar


O sindicato dos garçons do Espírito Santo conseguiu na Justiça uma liminar garantindo que os garçons não sejam obrigados a fazerem fotografias dos clientes em bares e restaurantes da Grande Vitória.  Segundo o presidente do SINGARÇON-ES, Edemilson Oliveira Nunes, “hoje os garçons são importunados por clientes exibicionistas que roubam nosso tempo com pedidos de fotos. Não somos fotógrafos. Somos garçons. Eles pedem pra gente fazer um milhão de fotos depois não deixam nem os 10% na hora de pagar a conta”.


Natanael Gusmão tem 67 anos e é garçom há 50 anos. Ele disse que teve que aprender a ‘mexer em celular’ para se adaptar a realidade do mercado. Natanael emocionado confessa “tem seis meses que aprendi a tirar retrato com celular dos clientes. Quando eu dizia que não sabia mexer em celular eles diziam que eu ‘tava’ com má vontade e era melhor eu me aposentar”.


Juninho Santana é um garçom atento ao perfil psicológico dos clientes é taxativo ao dizer: “é muita falsidade deste povo. Canso de ver casal que senta na mesa e não troca um sorriso, mas fica fazendo pose de casal feliz pra postar no facebook. Já teve cliente que pediu pra tirar foto de garrafa de vinho que nem bebeu só pra tirar onda. Tem que acabar com esta palhaçada mesmo”.


Os donos de bares e restaurantes vão recorrer da decisão judicial expedida no dia 20/12/2014. Por enquanto a norma vigente é que o garçom que for obrigado pelo estabelecimento comercial a fazer fotografias de clientes poderá acionar a Justiça por desvio de função. Clientes que insistirem no pedido poderão ser enquadrados por constrangimento funcional e responder civilmente por dano moral.


VEJA TAMBÉM: Se você acredita em Deus assista este vídeo. Irá mudar de ideia imediatamente depois de assistir. 




MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores