arrow_back

Resultado da busca por: "chegou a fazer"

play_circle_filled play

AS 4 CIDADES COM CLIMAS MAIS EXTREMOS DO MUNDO

E aí, meu sem noção predileto! A gente já sabe que o mundo está ficando cada vez mais maluco, principalmente no que diz respeito às mudanças climáticas. E, neste vídeo, eu vou falar sobre os 4 lugares com as temperaturas mais extremas do mundo.

? Yakutsk, Sibéria Ociental

Já imaginou você saindo de casa pra dar um rolê e encarar um termômetro marcando -8 graus. Essa é a realidade das pessoas que moram em Yakutsk, cidade da Sibéria Ocidental.

No inverno, essa temperatura pode passar de –50 graus e o recorde até hoje foi de -64 graus.

É tanto frio que, mesmo pra ficar dentro de casa ou sair de carro, as pessoas precisam manter o aquecedor ligado o tempo todo.

Inclusive, quando eles precisam usar o carro nas épocas mais frias do ano, têm que deixar o carro ligado um tempão pra bateria não congelar.

? Kuwait, Ásia

Kuwait é uma cidade que fica na Ásia, bem ali entre Arábia Saudita, Irã e Iraque, e é considerada a mais quente do mundo.

A temperatura média da cidade é de quase 35 graus. No verão, essa média sobe pra 46 graus. É como se fosse a temperatura do dia mais quente do ano no Rio de Janeiro, mas por vários dias seguidos!

De vez em quando, tem uns picos de temperatura, como aconteceu em 2012, quando chegou a fazer 53 graus, a temperatura mais alta já registrada na Áásia inteira!

? Wellington, Nova Zelândia

Conhecida como a cidade dos ventos, Wellington costuma registrar dias em que os ventos chegam a quase 80 quilômetros por hora, uma velocidade tão alta que é praticamente impossível andar contra o vento.

Essa ventania toda, além de dificultar a circulação pela cidade, também causa estragos em árvores e pequenas construções, além de tornar o trânsito e o transporte por barcos mais perigosos.

De acordo com meteorologistas, a razão de toda essa ventania é a localização da cidade, que fica numa das áreas afetadas pelo fenômeno chamado de Vendavais de Latitude 40, onde o ar quente que vem do Equador encontra o ar frio vindo da Antártida.

O lado positivo disso é que eles aproveitam essa ventania pra gerar energia elétrica sustentável (eólica).

? El Alto, Bolívia

Agora, imagine morar em um lugar em que você quase não consegue respirar?

Essa é a realidade da população da cidade de El Alto, na Bolívia.

El alto é uma cidade fica localizada numa região que fica mais de 4 mil metros acima do nível do mar, uma das maiores altitudes do mundo pra se viver.

A consequência disso é um ar extremamente pesado e que dificulta, e muito, a respiração. Isso porque, quanto maior a altitude, mais difícil fica pro nosso corpo absorver oxigênio.

O que pode causar dor de cabeça, tontura, falta de ar, arritmia cardíaca, entre outros sintomas que dificultam a prática de exercícios físicos, tipo correr ou jogar futebol.

......................

Jovem passa 5 meses se passando por médico em hospital usando máscara e estetoscópio

O jovem indiano Adnan Khurram, de 19 anos, circulava como um dos renomados médicos do hospital AIIMS, o All India Institute of Medical Science, em Nova Deli, na Índia. Tanto que chegou a fazer parte dos círculos de doutores e até de seus grupos de WhatsApp. Tudo seria ótimo, se ele não fosse sequer estudante de medicina. As únicas coisas que tinha de médico eram uma máscara cirúrgica e um estetoscópio.


“Ele circulava por lá usando um jaleco e um estetoscópio o tempo todo”, disse o presidente da associação de médicos residentes do hospital, Harjit Singh, ao jornal Hindustan Times. Você já deve ter percebido pelas informações acima que ele foi desmascarado. Mas a brincadeira durou cinco meses. Cinco. Meses.


O cara usava uma identidade falsa e tinha muita lábia. E, disse a polícia, conhecia bastante de medicina. “Ficávamos surpresos de como ele conseguia comparecer a todos os eventos do hospital, inclusive aqueles organizados por outras instituições médicas”, disse Singh. “Ele costumava estar sempre na lanchonete ou no dormitório dos médicos. Começamos a nos perguntar como ele arranjava tanto tempo livre.”


Em dado momento, a direção do hospital chamou a polícia para prendê-lo. Em depoimento, ele primeiro disse que estava se enturmando com os médicos porque queria tratamento especial quando se tornasse um. Depois, porém, admitiu que apenas gostava de conversar com médicos e esperava tornar-se médico um dia.



Jovem fica 5 meses se passando por médico em hospital usando máscara e estetoscópio

O jovem indiano Adnan Khurram, de 19 anos, circulava como um dos renomados médicos do hospital AIIMS, o All India Institute of Medical Science, em Nova Deli, na Índia. Tanto que chegou a fazer parte dos círculos de doutores e até de seus grupos de WhatsApp. Tudo seria ótimo, se ele não fosse sequer estudante de medicina. As únicas coisas que tinha de médico eram uma máscara cirúrgica e um estetoscópio.


“Ele circulava por lá usando um jaleco e um estetoscópio o tempo todo”, disse o presidente da associação de médicos residentes do hospital, Harjit Singh, ao jornal Hindustan Times. Você já deve ter percebido pelas informações acima que ele foi desmascarado. Mas a brincadeira durou cinco meses. Cinco. Meses.


O cara usava uma identidade falsa e tinha muita lábia. E, disse a polícia, conhecia bastante de medicina. “Ficávamos surpresos de como ele conseguia comparecer a todos os eventos do hospital, inclusive aqueles organizados por outras instituições médicas”, disse Singh. “Ele costumava estar sempre na lanchonete ou no dormitório dos médicos. Começamos a nos perguntar como ele arranjava tanto tempo livre.”


Em dado momento, a direção do hospital, desconfiada, chamou a polícia e ele acabou preso. Em depoimento, ele primeiro disse que estava se enturmando com os médicos porque queria tratamento especial quando se tornasse um. Depois, porém, admitiu que apenas gostava de conversar com médicos e esperava tornar-se médico um dia.



Moto roubada e recuperada é roubada de novo no pátio da polícia

Olha como o mundo dá voltas. Um homem em sua motocicleta foi abordado por dois homens armados no Jardim Ipê, bairro de Foz do Iguaçu, no Paraná. Ficou sem moto, coitado, mas chamou a polícia. A Polícia Militar perseguiu os suspeitos e acabou encontrando o veículo, que foi abandonado na região.


Boa notícia, certo? Não tão rápido…


A motocicleta foi levada ao pátio da Polícia Civil da cidade, para ser devolvida ao dono. Na delegacia, o delegado informou ao dono que, por questões burocráticas, a moto só poderia ser devolvida no dia seguinte. O proprietário chegou a fazer uma foto da moto no pátio. Que lugar seria mais seguro do que o pátio da polícia para manter o veículo até que ele fosse devolvido? Bem… Ao que parece, qualquer outro lugar.


A moto roubada e recuperada acabou sendo roubada mais uma vez, desaparecendo do pátio da Polícia Civil durante a madrugada. Um novo Boletim de Ocorrência foi feito, desta vez registrando o furto. No documento, o investigador admite a falta de segurança do pátio, que não tem portões e possibilita o acesso livre de pessoas durante o dia e a noite, informa o G1.


Sugestão do leitor Marcos Donizete



Carioca quer Carnaval durante o ano todo para Crivella não voltar

Um grupo de cariocas foi até a Bahia para aprender como fazer o Carnaval do Rio durar o ano inteiro. O objetivo é fazer com que o prefeito da cidade não volte mais ao Rio de Janeiro. Crivella disse que passaria o Carnaval no Rio mas acabou indo para a Europa ver drones. Enquanto isso o carioca também viu coisas voando pelo céu. Eram balas.


O Rio teve um dos carnavais mais violentos dos últimos anos. Embora a segurança não seja atribuição da prefeitura, é consenso entre os especialistas que a presença da guarda municipal coordenada com PM pode reduzir o número de roubos e arrastões.


O prefeito, porém, foi homenageado na pista. A Mangueira chegou a fazer um carro no qual ele aparecia como Judas. A prefeitura divulgou nota dizendo que era um desrespeito. Judas também divulgou nota dizendo que era um desrespeito.



MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores