arrow_back

Resultado da busca por: "carne fraca"

As homenagens mais duvidosas feitas neste Dia das Mulheres (até agora)

Em mais uma celebração do Dia Internacional da Mulher, diversas homenagens estão sendo feitas e, na internet, de felicitações e imagens bregas no WhatsApp até ações de marketing completamente questionáveis estão, desde cedo, sendo o foco das redes sociais.


Dentre pessoas que não fazem a menor ideia do que a data de fato significa e pessoas que dedicaram o dia para exaltar mulheres importantes no mundo e demonstrar seu amor e respeito por elas, separamos algumas homenagens um pouco… digamos… duvidosas.



Esta ação do Mc Donald’s colocou a internet em pé de guerra e foi parar nos trending topics do Twitter. Algumas pessoas acharam de mal gosto focar a homenagem do Dia da Mulher em mais trabalho para elas. Enquanto internautas garantem que os homens das unidades receberam folga, a empresa diz que as escalas foram mantidas e os funcionários homens realocados para outras unidades.



A “homenagem” que mais repercutiu na internet desde o início da manhã foi esta ação da Prefeitura de Curitiba, que colocou cílios gigantes nos semáforos da cidade. Os homens da cidade só hoje descobriram que não possuem cílios.



MULHERES TERÃO ENTRADA LIBERADA. Desde acompanhadas de um homem. A “””homenagem””””, apesar de adiantada, já que aconteceu ontem, mostrou que a Prefeitura de Luziânia está bem atrasada…



Essa aqui nos deixou sem palavras e certamente seria um bom motivo para a PF retomar a Operação Carne Fraca.



Em uma nova coleção de heroínas, a Mattel lançou algumas bonecas de mulheres famosas, com o intuito de encorajar meninas com imagens de mulheres fortes. A ideia é ótimo, se não reforçasse os estereótipos de que bonecas são brinquedos de meninas e, principalmente, se as Barbies não custassem R$ 249,99. Ou seja, para inspirar suas crianças, os pais precisarão desembolsar um preço mais alto do que o das bonecas tradicionais, que não empoderam.



Esse anúncio da Zorba na Folha De S. Paulo tentou homenagear as mulheres e falhou miseravelmente. Posts por toda a internet mostram a indignação da mulherada e de alguns homens com um pouco de bom senso.



E por último, como bônus, temos essa resposta bem passiva agressiva do presidente Michel Temer à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, após ter sido incluído no inquérito da Odebrecht na semana passada. Presentão.



Temer esclarece que recebeu Joesley à noite “porque a carne é fraca”, mas entenderam errado

O Brasil está mesmo cheio de mal-entendidos. O presidente Michel Temer marcou uma coletiva e esclareceu que jamais citou a Operação Carne Fraca para justificar seu encontro com Joesley Batista tarde da noite no Palácio do Jaburu – o que foi desmentido depois, já que a operação ocorreu em data posterior. “O que eu disse é que recebi Joesley de noite porque a carne é fraca!”, afirmou. “Fui mal compreendido”.


É fato que o relacionamento de Temer e Joesley estava mesmo quente há bastante tempo. O que justifica, inclusive, a cena de ciúmes protagonizada pelo presidente ao descobrir que o empresário havia deixado flores para sua mulher, Marcela, e não para ele.



Michel Temer é o novo colunista de humor da Folha de São Paulo

Depois da contratação de grandes nomes do humor como Marcius Melhem e Ricardo Araújo Pereira para escrever semanalmente no jornal, a Folha de São Paulo resolveu investir em mais um colunista de humor. Após a entrevista cheia de gracejos e piadas, Michel foi convidado para fazer parte do time de humoristas da casa.


A entrevista teve momentos memoráveis como quando Temer disse que Rodrigo Rocha Loures, que foi fotografado recebendo R$ 500 mil, é uma pessoa de boa índole ou quando disse que Joesley o procurou por causa da Operação Carne Fraca, que aconteceu 10 dias depois.


Temer escreverá sua coluna de humor uma vez por semana, mas pode aumentar para mais dias porque estará com muito tempo livre em breve.



Produtor francês lança vinho fraco para harmonizar com carne fraca

A operação Carne Fraca deu prejuízo nos frigoríficos mas abriu uma oportunidade de negócios para um produtor francês. Jacques L’vine apresentou ontem a sua reserva especial de vinho fraco, ideal para harmonizar com a carne que foi alvo da polícia federal.


Jacques diz que o processo da produção do novo vinho está correndo na vara especial cível. “Investimos numa produção moderna para que as uvas não fiquem magoadas. Elas não são pisoteadas, por exemplo, mas sim acariciadas. Em seguida, contamos historinhas tristes para que as uvas chorem. Essa lágrima fará o vinho”, explicou.


São uvas raras, cultivadas justamente para frutificarem sob o signo de câncer e, por isso, muito sensíveis.  “O objetivo é que ele seja realmente fraco. Por isso elas não podem frequentar academia, por exemplo”, afirmou.


L ‘vine diz que o ideal é que o vinho seja servido em taças de papelão, para combinar ainda mais com a carne fraca. A Evino já informou que não vai vender esse vinho, mas tem mais de 24 rótulos por apenas R$24 cada durante 24 horas à disposição dos clientes nesta quarta-feira.



Investigação da PF encontra pedaços de carteiras de trabalho em carne processada

Em mais uma fase da Operação Carne Fraca, a Polícia Federal alega ter encontrado em um frigorífico de Brasília milhares de fragmentos de carteiras de trabalho misturados à carne processada que seria colocada no mercado.


A carne processada só não foi colocada a venda porque a empresa aderiu à nova lei da terceirização e demitiu todos os seus funcionário de carteira assinada. O processo de contratação de terceirizados ainda não foi concluído porque a empresa que iria fornecer os funcionários terceirizados terceirizou o processo de contratação.


Estima-se que as carteiras de trabalho encontradas na carne processada também estejam misturada com outros documentos descartados como títulos de eleitor e cartões de pagamento da Previdência.



MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores