arrow_back

Resultado da busca por: "belas"

10 coisas que eu aprendi com o seriado Chaves

Para quem gosta do seriado Chaves, a lista que segue abaixo vai ser um banho de nostalgia e ensinamentos.


Se você preferir, pode ouvir e ver ela neste vídeo preparado para quem prefere o Youtube.


vídeo do Chaves aqui


01 . A vingança nunca é plena, mata a alma e à envenena


seriado Chaves


Todos sabemos o alto preço de gastar energia buscando por vingança e o Seu Madruga foi categórico ao proferir as belas palavras “A vingança nunca é plena, mata a alma e à envenena”.


02 . Pobreza não é sinônimo de criminalidade



O seriado Chaves mostra que apesar dos problemas da vida tentarem fazer com que o Chaves rume para o mau caminho, ele sempre acaba ficando do lado do bem e nas poucas vezes que faz algo errado, é sempre de uma forma que permite que ele se redima.


03 . A infância é a melhor fase das nossas vidas



Grande parte da série é baseada em mostrar adultos interpretando crianças e se tem um ensinamento explícito ali é o de que quando somos crianças, tudo é novo e tentamos moldar o mundo aos nossos pensamentos, mas no final das contas, estamos apenas em fase de aprendizagem, descobrindo que a vida não é fácil.


04 . É preferível morrer do que perder a vida



Essa frase pode parecer boba num primeiro momento, mas nem todo mundo que está vivo, está de fato vivendo.


05 . Partilhar é necessário



Não são raros os momentos de Chaves em que aprendemos que devemos sempre partilhar o que lucramos, nossos alimentos e até mesmo a nossa atenção.


Em vários dos episódios o Chaves estava esfomeado e alguém dividia o que tinha com ele por ver que ele precisava.


06 . É importante pensar antes de falar



É bem comum que o Chaves fale algo sem pensar e isso nos ensina que devemos ouvir muito antes de decidirmos falar, pois uma fala mal interpretada ou impensada pode causar uma grande confusão.


07 . O poder da generosidade



Você já percebeu que o Senhor Barriga está sempre cobrando o Seu Madruga, mas são raros os momentos em que ele realmente despeja o mesmo?


O seriado Chaves expõe que o Senhor Barriga sabe que tem muito dinheiro e, por este motivo, perdoa a maior parte das dívidas do Seu Madruga pelo bem dele e da sua filha.


É claro que não pagar o aluguel é algo totalmente errado, mas é visível que, por muitas vezes, o Senhor Barriga entende que tem muito mais e que pode partilhar o imóvel.


08 . A família é a base de tudo



Chaves não tem uma família pra chamar de sua, ele vive num barril no meio da vila e todo mundo tem algum contato com ele, mas fica claro que ele considera todas as pessoas que o cercam como sua família.


Seu Madruga e Chiquinha, Dona Florinda e Quico, Senhor Barriga e Nhonho e até a solitária Dona Clotilde são pessoas em configurações diferentes de família que podem ser consideradas a família do Chaves.


No final das contas, as famílias sempre se ajudam.


09 . Devemos respeitar os mais velhos



Já faz algum tempo que vemos todo mundo falando que devemos ouvir os jovens, mas que me perdoem os que amam as ideias da juventude, mas sábios mesmo são os mais velhos.


Percebam que a ingenuidade das crianças da vila contrasta com a sapiência dos mais velhos, que são considerados autoridades no local.


Eles nem sempre estão certos, mas, na medida do possível, são respeitados.


10 . A vida em sociedade é importante



Por mais que muitas pessoas evitem viver plenamente em sociedade, nós precisamos dos nossos familiares, amigos e vizinhos e Chaves ensina que isso não é uma escolha, mesmo as pessoas mais solitárias, no final das contas, precisam dos outros para viver bem.


O post 10 coisas que eu aprendi com o seriado Chaves apareceu primeiro em O Macho Alpha.

19 mulheres bonitas que participaram de filmes de terror

Todo filme de terror conta com mulheres bonitas e aqui nós temos 19 delas para você lembrar e, quem sabe, assistir novamente.


Rowan LaFontaine


(Lexa Doig) – Jason X (2001)


mulheres bonitas



Terry


(Kirsten Baker) – Sexta-Feira 13 – Parte 2 (1981)



Marcie


(Jeannine Taylor) – Sexta-feira 13 (1980)



Amanda


(America Olivo) – Sexta-feira 13 (2009)



Violet


(Tiffany Helm) – Sexta-Feira 13 – Parte 5: Um Novo Começo (1985)



Robin Peterson


(Elizabeth Kaitan) – Sexta-Feira 13 – Parte 7: A Matança Continua (1988)



Tina


(Debi Sue Voorhees) – Sexta-Feira 13 – Parte 5: Um Novo Começo (1985)



Chelsea


(Willa Ford) – Sexta-feira 13 (2009)



Sandra


(Heidi Kozak) – Sexta-Feira 13 – Parte 7: A Matança Continua (1988)



Sissy Baker


(Renee Jones) – Sexta-Feira 13 – Parte 6: Jason Vive (1986)



Lori Campbell


(Monica Keena) – Freddy vs. Jason (2003)



Tina e Terri Moore


(Camilla e Carey More) – Sexta?Feira 13 ? O Capítulo Final (1984)



Whitney Miller


(Amanda Righetti) – Sexta-feira 13 (2009)



Fox


(Gloria Charles) – Sexta-Feira 13 – Parte 3 (1982)



Samantha Lane


(Judie Aronson) – Sexta?Feira 13 ? O Capítulo Final (1984)



Adrienne Thomas


(Kristi Angus) – Jason X (2001)



Debbie


(Tracie Savage) – Sexta-Feira 13 – Parte 3 (1982)



Chris Higgins


(Dana Kimmell) – Sexta-Feira 13 – Parte 3 (1982)



Bree


(Julianna Guill) – Sexta-feira 13 (2009)



A parte triste é que essas mulheres bonitas foram colocadas no filme apenas para serem maltratadas


O post 19 mulheres bonitas que participaram de filmes de terror apareceu primeiro em O Macho Alpha.

A história por trás da armadura de Kazumasa Sakai

Kazumasa Sakai é o pai de Jin Sakai, protagonista, do incrível Ghost of Tsushima, grata surpresa do Playstation 4 neste ano de 2020 e postulante a jogo do ano.


Após uma boa evolução no game, é possível adquirir o que é, na minha opinião, a armadura mais bonita do jogo, a armadura do Clã Sakai.


Kazumasa Sakai


De cor escura, com detalhes dourados e com um capacete com um chifre de cervo muito imponente, a armadura combina muito com o Fantasma de Tshushima, Jin Sakai.


Esta armadura não é apenas uma armadura bonita, ela tem uma semelhança MUITO grande com a armadura de um grande samurai do período Sengoku (século XVI), o Honda Tadakatsu.



A armadura é, de fato, muito parecida com a de Jin Sakai.


Quem foi Honda Tadakatsu?


Honda foi um guerreiro nascido na província de Mikawa. Ele viveu sob o comando do Xogum Tokugawa Ieyasu e, mais tarde, tornou-se Daimiô na província de Otaki.


Ele foi um dos Quatro Reis Celestiais Tokugawa junto com Ii Naomasa, Sakakibara Yasumasa e Sakai Tadatsugu.


Honda destacou-se no campo de batalha como um dos melhores guerreiros de seu tempo. Tadakatsu é frequentemente lembrado como “O Guerreiro que Superou a própria Morte” devido ao fato de nunca ter sofrido um ferimento significativo, apesar de ser um veterano em mais de 100 batalhas ao final de sua vida.


Ele também tem a fama de nunca ter sido derrotado por outro samurai.


Lembremos que Jin Sakai também derrotou a morte em Ghost of Tsushima.


Sua lâmina foi chamada de Tonbokiri ou “Dragonfly Cutter” (cortadora de libélula), pois uma das lendas sobre esta espada, é que uma libélula pousou nela e era tão afiada que o inseto foi cortado ao meio.


Sua reputação e habilidades lhe renderam elogios não apenas de Tokugawa Ieyasu, mas também de outros Daimiôs, como Oda Nobunaga, Toyotomi Hideyoshi e até mesmo de ninguém menos que Takeda Shingen.


Mais tarde, ele passou suas habilidades para sua filha, Komatsuhime, que se tornou uma lutadora formidável, assim como seu pai.




 


O fato é que a produtora do jogo, a Sucker Punch Productions, se esmerou muito em criar algo único, mas com belas referências do passado que chegaram à armadura de Kazumasa Sakai.





O post A história por trás da armadura de Kazumasa Sakai apareceu primeiro em O Macho Alpha.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores