arrow_back

Resultado da busca por: "aécio neves"

Aécio cogitou estudar Imunologia para conseguir Imunidade Parlamentar

CENTRO ACADÊMICO JORGINHO GUINLE  – A notícia do fim das bolsas para cursos de pós-graduação fez mais uma vítima. Com a desistência da candidatura por um novo mandato no Senado, o futuro ex-senador Aécio Neves havia traçado um plano B, menos arriscado que a acirrada disputa que terá pelo cargo de deputado federal por Minas Gerais. Sua ideia era ingressar no mundo acadêmico para estudar casos de mutação e adaptação em imunologia parlamentar.


“É uma área com uma fartura de exemplos clínicos, mas ainda pouco explorada na medicina nacional”, explicou Aécio, adiantando qual seria o foco do seu estudo. “Minha ideia era colocar meu próprio corpo a serviço da ciência, de forma a criar o primeiro homo sapiens com imunidade parlamentar plena, independentemente de ocupar ou não um cargo público.” Os testes mais arriscados, da fase pré-clínica, seriam realizados no corpo de seu primo Fred. Já a supervisão do estudo ficaria a cargo do Dr. Bumbum. “Conheci ele num Congresso de Medicina em Ibiza”, disse Aécio.


Aécio aproveitou a coletiva de imprensa, realizada no restaurante Senado Al Mare, para avisar que tem também um plano D, caso nenhuma das opções acima vingue (e caso não seja preso no dia 1 de janeiro, quando acaba seu mandato). O senador cogita entrar na iniciativa privada, montando uma paleteria, loja de sorvetes mexicanos recheados: “Estava tranquilo, batendo papo com amigos empreendedores que começaram do zero, como o Álvaro Garnero e o Alexandre Accioly, e eles me deram altos toques. Meu projeto inicial era o de abrir um aplicativo que mapeasse aeroportos com pista de pouso livres em todo o país. Ia se chamar i-Cláudio, Mas aí eles me disseram pra por o pé no chão. Eu mordi a minha paleta e decidi: ‘É isso que eu quero’.”


“Eu quero começar do zero, sabe? Como foi na minha carreira política”, continuou. “Então só pedi um empréstimo de dois milhões de reais pra uns amigos de Goiás e é isso, indo na cara e na coragem”. Se tudo correr conforme planejado, a primeira paleteria deve ser inaugurada na Esplanada dos Ministérios, em março: “Sabe como é, quando o ano começa de verdade”, brincou.


O post Aécio cogitou estudar Imunologia para conseguir Imunidade Parlamentar apareceu primeiro em revista piauí.

Zebra à solta: depois de oito meses de invencibilidade, Gilmar Mendes nega habeas corpus

SUPERIOR TRIBUNAL FEDEROVSKY – Haja acórdão, amigo! A bruxa está solta no STF! Não é apenas na Rússia que as zebras estão dando as caras durante a Copa do Mundo. Após um histórico de oito meses vencendo no mata-mata do habeas corpus, a estafa parece ter feito pesar a toga de Gilmar Mendes. “É preciso entrar no plenário respeitando o adversário e visando os três Poderes. O julgamento só termina quando acaba”, afirmou um ofegante Gilmar ao sair da última sessão, quando negou a liberdade a 14 acusados que haviam sido sentenciados pelo juiz Marcelo Bretas.


“O Gilmar tem experiência, malandragem e jogo de corpo. Isso é uma mudança de estratégia dele após ver as grandes zebras da Copa. Alemanha perdendo pra Coreia, Espanha perdendo pra Rússia e Ronaldo fazendo algum sentido nos comentários”, analisou o advogado de vídeo Antonio Carlos de Almeida e Castro, o Kakay Bueno. “É nesses momentos que você difere o magistrado comum do artista da toga.”


A mudança de estratégia pegou de surpresa os bolões e sites de apostas do mundo inteiro, que colocavam suas fichas numa campanha invicta de Gilmar até a grande final, a ser disputada contra Aécio Neves. O evento chegou a causar um abalo sísmico de 7 graus na escala Selic.


O post Zebra à solta: depois de oito meses de invencibilidade, Gilmar Mendes nega habeas corpus apareceu primeiro em revista piauí.

Em liberdade, Wesley e Joesley fazem churrasco em aniversário de um ano da delação da JBS

As delações premiadas de executivos da JBS foram tornadas públicas em 17 de maio de 2017, já exatamente um ano. Elas deflagraram a mais grave crise do mandato de Michel Temer e atingiram também o senador tucano Aécio Neves. Apesar de terem passado de cinco a seis meses na cadeia, os irmãos Wesley e Joesley Batista estão hoje em liberdade.


Para comemorar o fato de estarem livres após cometerem crimes, graças a delação, os irmãos Batista organizam hoje um churrasco com carnes exclusivas da Friboi.


“Temos que comemorar e agradecer a existência dessas delações. E sobre o churrasco, já aviso que nem pão de alho tem, é só carne Friboi”, disse Joesley.


Questionado se está gostando da nova vida, Joesley ironizou: “Tem que manter isso aí, viu”.



Petista vence BBB e Moro já manda prender

A acreana Gleici Damasceno, estudante de psicologia, militante de esquerda e petista declarada nas redes sociais, foi a grande vencedora da décima oitava edição do Big Brother Brasil, na final que aconteceu na noite de ontem. Após sua vitória, o juiz Sérgio Moro emitiu um mandado de prisão preventiva contra a petista.


De acordo com o juiz, Gleici precisará provar na justiça que a casa do BBB, onde ficou hospedada nos últimos três meses, não é dela. Ele ainda investiga a origem do R$1,5 milhão que apareceu na conta de Gleici de ontem para hoje.


Uma testemunha garante que o juiz acredita que um áudio vazado do momento em que Gleici atendeu o big fone durante seu confinamento mostra claramente ela falando em códigos, para despistar a Polícia Federal.


“Alô? Não, mora mais aqui não. Diego? Lucas? Jaqueline? Não, moço, essa daí ó… Mara? Essa moradora já há quase três anos não mora mais aqui”.


“Quem seria Lucas? Parece com Lula, não é mesmo? E Diego? Pode ser Dilma. Mara? Moro…” revelou uma fonte próxima ao juiz.


A vitória de Gleici não incomodou ou gerou suspeitas apenas ao juiz Sérgio Moro. O senador Aécio Neves, ao saber que uma petista venceu o BBB, pediu a recontagem dos mais de 130 milhões de votos.


Veja a lista com os melhores tweets sobre a final do BBB18.



Joaquim Barbosa estuda abafar algum escândalo para atrair eleitor do PSDB

O PSDB sofreu um duro golpe com o processo contra Aécio Neves e seus eleitores estão à deriva. Pensando nisso, o ex-ministro Joaquim Barbosa já está traçando uma estratégia para abafar escândalos e arrebanhar os carentes dos tucanos.


O comitê de campanha de Joaquim já foi às ruas para conseguir recursos pelo Caixa 2. Eles imaginam que até o início da disputa o candidato poderá ser denunciado e mover seu processo para a justiça eleitoral, ficando livre da Lava-Jato.


“Se o Alckmin conseguiu, acho que ele consegue. Afinal, a Justiça é igual para todos”, disse um assessor.



MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores