arrow_back

The Piauí Herald

Bolsonaro vai mudar lives para domingo para ocupar lugar das videocassetadas

PROJECA – “Ô loco, meu. Ó o que o pentelho fez! Tá dando cloroquina pra ema, meu!” Assim reagiu o apresentador Fausto Silva, o Faustão, ao ver um vídeo do presidente Jair Bolsonaro. De saída da Globo, Faustão foi informado que o quadro mais longevo do seu programa, as Vídeo Cassetadas, serão substituídas, em breve, por lives do presidente.



“No tocante a isso daí todo mundo sabe que o que eu faço tá muito mais pra programa de auditório que pra política, tá ok?”, explicou Bolsonaro, ao informar que suas lives vão mudar de quinta para domingo justamente para ocupar o vácuo a ser deixado pelo Domingão. “Lá nas minhas lives já tem tradução pra surdo, chocolate levado pelo Weintraub e até música ao vivo tocada ali pelo Caçulinha do Turismo. Quer mais o quê?”


O novo dominical trará também os quadros Queima de Arquivo Confidencial, em que ministros, advogados e milicianos próximos da família presidencial são apagados do mapa, além, claro, das Olimpíadas do Flavão, em que a dupla Wasseff-Queiroz enfrenta com coragem várias provas apresentadas pelo MP e pelo Coaf, na esperança de assim livrar a cara do senador Flávio Bolsonaro.


O post Bolsonaro vai mudar lives para domingo para ocupar lugar das videocassetadas apareceu primeiro em revista piauí.

Hacker recomenda desinstalar app receitador de cloroquina que ocupa cadeira presidencial

VALE DO NIÓBIO – Depois de invadir: 1)  o app do Ministério da Saúde; 2) o computador do ministro Ricardo Salles; 3) o celular com fotos de pênis do ex-senador Magno Malta; e 4) o cerebelo de Carlos Bolsonaro, o hacker que importuna o governo Bolsonaro atacou mais uma vez, recomendando que o Congresso apague o app receitador de cloroquina instalado desde 2018 no Palácio do Planalto.



“Todo código de computador funciona num esquema binário com os números 0 e 1”, explicou o hacker. “Nesse caso, descobrimos que o aplicativo foi acometido por um vírus que o faz funcionar com quatro códigos: 01, 02, 03 e 04. Tudo no programa pode ser lido a partir disso.” O excesso de números não significa, no entanto, um aumento em complexidade. “O processador é muito antigo, da época da Ditadura”, continuou. “Sem contar que o disco rígido foi substituído por um decodificador de gatonet.” Como conclusão, o aplicativo só responde com os termos “cloroquina”, “Trump”, “comunismo”, “Dória” e “pastel-com-caldo-de-cana”, independente de qual tenha sido o comando. “Ele também fala “E daí?” quando não consegue responder a uma pergunta.


Reticente, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se colocou contra o procedimento sugerido pelo hacker, explicando que 200 mil mortes não justificam a desinstalação de um app que tem 45% de desaprovação, segundo pesquisa da revista Exame. “É preciso ficar comprovado que o programa tenha cometido uma pedalada virtual”, justificou.


O post Hacker recomenda desinstalar app receitador de cloroquina que ocupa cadeira presidencial apareceu primeiro em revista piauí.

Bolsonaro tenta incluir queiroz em lista de perdoados de Trump

ATIBAIA, D.C. – “No tocante a isso daí é uma coisa de amigo, tá ok? Questão de foro íntimo, que é melhor que foro de São Paulo!”, explicou o presidente Jair Bolsonaro sobre o pedido de inclusão do businessman Fabricio Queiroz na lista das 143 pessoas que ganharam de Donald Trump perdão presidencial – e portanto, imunidade contra possíveis processos. “Não tem novidade nisso daí. O Weintraub, por exemplo, eu perdoei aqui e mandei pra Washington e ninguém falou nada. Então o Trump bem podia fazer o contrário com o Queiroz, tá ok? Perdoava lá e mandava pra Atibaia.”



Além de Queiroz, Bolsonaro mandou uma lista VIP com outros 857 nomes para serem perdoados por Trump.”Por mim eu só botava mais o Zero Um, o Zero Dois e o Zero Três pra essa coisa aí de perdão”, explicou o presidente brasileiro, que a partir de agora não terá mais nenhum amiguinho para declarar seu amor na próxima Assembleia Geral da ONU. “Mas aí o Pazuello pediu pra meter o nome dele também por causa dessa história de vaChina, aí veio aquele Roberto Alvim do nada pedindo desculpas por ter imitado nazista, depois o Araújo aproveitou pra ver se melhora pro lado dele aí com essas coisas de diplomacia, e ainda apareceu o Magno Malta ver se o Trump perdoa ele por vazar foto de peru. Minha vida é um inferno de pedidos.”


Procurado pela redação, Fabrício Queiroz comentou que não há nada de errado com o pedido, por acumular uma larga experiência com o assunto. “Eu faço pedido de perdão presidencial, compro, revendo, compro pedido de desculpa, revendo perdão, sempre fui assim, gosto muito de comprar indulto de seguradora, na minha época lá atrás, comprava um perdãozinho, mandava arrumar, revendia, tenho uma segurança”, filosofou.


O post Bolsonaro tenta incluir queiroz em lista de perdoados de Trump apareceu primeiro em revista piauí.

Nova temporada de The Office terá general Pazuello como protagonista

SCROTON, DF – A rede EBC organizou uma coletiva de imprensa, hoje pela manhã, para anunciar a produção de sua primeira telenovela, chamada “The Offici(al)”. A atração – uma releitura da série estrangeira “The Office” – vai ocorrer dentro de um escritório repleto de burocratas, onde um chefe supostamente especializado em logística protagoniza altas trapalhadas.


“No tocante a isso daí, o Brasil tava precisando de uma novela de bem, sem pederastia de beijo gay, pra deixar o clima mais leve, tá ok?”, disse o presidente Jair Bolsonaro, que assina a direção e o roteiro da série. Bolsonaro aproveitou para adiantar que assim como na versão estrangeira, o general Michael Scottzuello será submetido a vários momentos de humilhação e constrangimento. “É um general especialista em logística que não consegue nem comprar um insumo ou uma seringa. Engraçado pra caralho”, completou, rindo.


Empolgado com as possibilidades oferecidas pela televisão, Bolsonaro também estuda fazer versões brasileiras das séries “American Horror Story”, que por aqui deve se transformar no documentário “Brazilian Horror Story” e “Everybody Hates Chris”, rebatizada de “Everybody Hates Kicis”. Há também um plano para refilmar Breaking Bad (nesse caso, com a troca do furgão de anfetamina por um avião presidencial).

O post Nova temporada de The Office terá general Pazuello como protagonista apareceu primeiro em revista piauí.

Tribunal de Nuremberg abre edital de contratação para futuro julgamento do governo Bolsonaro

17º REICH – Em decisão extraordinária, o Tribunal de Nuremberg, que julgou os crimes do regime nazista de 1945 a 1949, voltou a se reunir hoje para anunciar a formação de um novo juri para julgar os crimes contra a humanidade cometidos pelo governo Bolsonaro.



“A ideia já vinha sendo estudada desde que o ex-secretário de Cultura, Ricardo Alvim, achou que era de bom tom copiar um discurso do Joseph Goebbels”, esclareceu o tribunal, por meio de nota. “Mas a situação ficou de fato incontornável com o descaso do governo diante do colapso da saúde em Manaus.” Contra Bolsonaro pesam as frases “E daí”, “Quer que eu faça o quê?”, “Não sou coveiro” e “Minha especialidade é matar”. A favor de Bolsonaro não pesa nada.


“Para que essa ansiedade, essa angústia?”, reclamou o ministro da Saúde (sic), o general Pazuello, que também deverá constar entre os réus a serem julgados pelo Tribunal. Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, publicou um tuíte de repúdio ao governo Bolsonaro, em que defende “um julgamento duro e inclemente” por parte do tribunal, para em seguida lamentar ainda não ter elementos para abrir um processo de impeachment.


O post Tribunal de Nuremberg abre edital de contratação para futuro julgamento do governo Bolsonaro apareceu primeiro em revista piauí.

MAIS POSTS

Compartilhar

Escolha uma rede para compartilhar

Marcadores